Jovem pede ajuda no facebook e muda a vida de vendedora

Jovem divulgou produto de humilde vendedora e o telefone dela agora não pára de tocar
vendedora de sabão

fotos reprodução: Facebook

Qualquer pessoa é capaz de fazer a diferença no mundo com um simples gesto. Prova disso é a atitude do jovem Luiz Antônio, que com um mero post no Facebook mudou a vida de uma senhora para melhor.

Tudo aconteceu quando uma vendedora apareceu na casa de Luiz. Maria Helena, de 61 anos, ofereceu um sabão que ela mesmo produzia, próprio para limpeza geral. Embalado em um pote simples de plástico e vendido por 4 reais, Maria Helena bate de porta em porta para vender o seu sabão caseiro. De início, o jovem não quis comprar o produto, mas se arrependeu depois, pois viu o esforço e a necessidade da vendedora. Pensando em ajudá-la mais, ele fez seu relato no Facebook e compartilhou o telefone da vendedora para ajudar a divulgar o seu produto, quem sabe mais pessoas se interessariam?


Eis o texto de Luiz Antônio:

“Hoje uma Senhora apareceu no meu portão vendendo produto de limpeza. Abri a janela, ela apresentou o produto, e eu falei que não estava precisando. Ela agradeceu, eu fechei a janela, mas fiquei observando. Ela ficou com um semblante triste, talvez por receber mais um "não", abriu uma garrafinha de água, começou a beber, apoiada no portão, parecia cansada. Então abri a janela e falei que compraria o seu produto. O sorriso dela foi tão satisfatório pra mim. Ela começou a explicar o produto, e falou que anotaria o contato dela, mas que não tinha condições de ter um cartãozinho, e me deixou esse pedaço de papel. E lá se foi aquela senhorinha, com a bolsa pesada, bater em outra porta. Pois bem, queria ajudar ela de alguma maneira, então queria pedir a ajuda de vocês. Falem com a sua mãe, tia, prima, amiga, vizinha, ou simplesmente compartilhem isso. Alguém irá precisar, e acho que ela ficará feliz recebendo ligações com pedidos do seu produto.”

Só que a repercussão foi inimaginável. O post teve mais de 64 mil curtidas e 30 mil compartilhamentos na rede social.  Pessoas de várias cidades do país fizeram suas encomendas com Maria Helena, que recebeu ligações da Suíça.

Depois do sucesso, a dona de casa explicou à imprensa que começou a vender sabão para complementar a renda e comprar remédios, mas que como não consegue carregar muito peso, sempre vendeu pequenas quantidades. Vende sem a ajuda da internet, pois não tem nem sabe usar. Faz o produto em casa e sai batendo de porta em porta. "Para ir ao bairro onde fica a casa do Luiz, por exemplo, peguei dois ônibus", disse a moradora de Volta Redonda, no Rio de Janeiro.

Os pedidos são tantos que Maria Helena não têm conseguido lidar com a grande quantidade, até porque só recebe em dinheiro. “Deus está me abençoando”, disse a senhora, agradecida.

Por Jessica Moraes

Comente

Assuntos relacionados: histórias de vida