Instinto materno: gorila tenta reanimar filhote morto

Este já é o segundo bebê que a gorila perde em menos de dois anos

O instinto materno fez com a gorila tentasse reanimar sua filhote. Foto: Winfried Faust Bild

As fotos a seguir são prova de que os vínculos de maternidade não conhecem limites, mesmo no mundo animal. Uma gorila chamada Shira anda freneticamente de um lado para o outro em sua jaula, no jardim zoológico de Frankfurt, na Alemanha. A gorila está desesperada para acordar sua bebê sem saber que ela já está morta. Shira encosta carinhosamente sua bebê em seu rosto e afaga a pequena gorila, na tentativa de reanimá-la.


Mesmo após uma semana da morte da gorila Grief, Shira balança a gorilinha. O diretor do zoológico, Prof. Manfred Niekisch, afirma: "Quinta-feira passada ela estava bem pela manhã, mas na parte da tarde ela morreu de repente. Nós ainda não temos ideia do que causou a morte."

Funcionários do zoológico pretendem resgatar o corpo para uma autópsia, assim que a mãe gorila liberar o cadáver. Niekisch ressalta que a gorila mãe reluta em abandonar o bebê: "Este comportamento é normal entre os gorilas. O vínculo entre mães e seus bebês é muito restrito", diz o diretor do zoológico.

"Shira precisa de tempo e espaço para compreender a perda de sua filhote". O bebê é o segundo que a gorila perdeu tragicamente. Em maio de 2014, seu filho Tandu morreu com apenas seis meses de idade, depois de pegar uma infecção viral letal. 

Foto: Winfried Faust Bild

Por Renata Branco

Comente

Assuntos relacionados: maternidade animal Renata Branco