Hoje é Sexta-feira 13!

Hoje é Sextafeira 13

Os filmes de terror não têm esse nome à toa. A crença de que o dia traz azar é antiga, superstição até entre os cristãos. Então, é bom se preparar. Hoje é sexta-feira 13, e do mês de agosto, e, acreditando ou não nos agouros que o dia pode levantar, melhor mesmo se precaver. Nada de passar debaixo de escada, quebrar espelho ou varrer a casa à noite, ok?

A lenda mais forte que envolve o número 13, segundo o Guia dos Curiosos (Panda Books), de Marcelo Duarte, se justifica no fato de que Jesus teria sido crucificado numa sexta e, durante sua última ceia, estarem presentes 13 pessoas - ele e os 12 apóstolos. Há ainda explicações mais antigas, da mitologia nórdica, relacionadas a um banquete servido também para 12 deuses. Na ocasião, um espírito do mal apareceu e armou a maior confusão. Daí a crendice de que jantar ao lado de doze amigos pode não ser tão legal assim.

O padre Antônio Lorenzatto, autor do livro "Eu fui curioso, e você?" (EST Edições, 2008), diz que Judas, o apóstolo traidor, ocupava o 13º lugar no grupo que seguia Cristo. Para completar, ele se enforcou em uma sexta-feira.

Para quem tem más lembranças desse dia vale lembrar que o principal Ato Institucional da Ditadura Militar no Brasil, o AI-5, foi decretado em 13 de dezembro de 1968 - uma sexta-feira.

No ano passado, em São Paulo, o Centro de Controle de Zoonoses proibiu que gatos pretos fossem adotados em sextas-feiras 13. A prática tende a poupar os bichanos de possíveis rituais de magia negra.

E uma sexta-feira 13, bem no mês de agosto, é mesmo de se parar e pensar. Você compraria uma passagem de avião para esse dia? Casaria? Mudaria de casa ou emprego? Quem pensou duas vezes pode sofrer de triscaidecafobia (medo do número 13). Quem tem medo especificamente de sextas que caiam no dia 13 pode sofrer de parascavedecatriafobia.

A publicitária Manoela Queiroz assume a superstição e preferiu comprar a passagem para visitar o namorado no sábado, 14. "Viajar de avião numa sexta-feira 13 está totalmente fora dos meus planos. Não sou maluca, só não quero dar sorte para o azar", brinca. A maluquice que ela se refere tem a ver com transtorno obsessivo compulsivo (TOC). Atribuir poderes a dias é um indício da doença. Se isso alterar a rotina, os médicos garantem que o limite do normal foi passado. Manoela não pretende usar a cor preta no dia e promete dar uma passada na igreja, para se benzer. A prima dela, Rúbia, não deve sair de casa usando vermelho (diz que dá azar) e ainda presta atenção em escada, gato preto, vassoura. "Não pego em vassoura na sexta 13 nem sob decreto-lei", conta. "Minha mãe diz que é desculpa para não ajudar em casa, mas eu prefiro não correr o risco de dividir o espaço com uma bruxinha"

Mas se para alguns o número é de azar, para outros de comemoração. "Eu nasci no dia 13, às vezes meu aniversário cai numa sexta-feira. E eu só tenho que comemorar. Treze é meu número da sorte", conta a nutricionista Mariana Silva. O mesmo vale para Zagallo, lembra? O 13 - escolhido como número preferido por conta do dia de Santo Antonio - lhe deu sorte em vários momentos, na carreira e na vida pessoal.

O mesmo dia, esse ano, foi escolhido pela Universidade Livre Holística Casa de Bruxa, de Santo André, para iniciar a 7ª Convenção de Bruxas e Magos de Paranapiacaba. O evento sempre tem início numa sexta-feira 13 e, esse ano, quer desmistificar os questionamentos sobre as profecias maias referentes ao ano de 2012. Para eles, o dia é para comemorar e refletir. Sem medo. Em São Paulo, a Jornada Brasileira de Cinema Silencioso escolheu o filme "A Feitiçaria através dos tempos", de 1922, para passar na sexta. O filme trata da espantosa força da feitiçaria na Idade Média. O evento vai rolar no Auditório do Ibirapuera.

A Bienal do Livro também começa nessa sexta, em São Paulo. Coincidência ou não, o famoso Zé do Caixão e o historiador canadense Dacre Stoker, sobrinho-bisneto do escritor de "Drácula", Bram Stoker, serão os destaques da inauguração.


Em Santiago de Compostela, na Espanha, um evento já é tradicional nas noites de sexta 13. Mais de 30 mil pessoas - vestidas a rigor - são esperadas em Montalegre. Os organizadores prometem feitiço puro!

Por Sabrina Passos (MBPress)

Comente