Fatos que marcaram a história feminina em 2014

Relembre fatos que ficarão para a história das mulheres
historia-feminina-2014

Foto - Reprodução/huffingtonpost

O ano de 2014 teve momentos impressionantes, inspiradores e bastante significantes para a história das mulheres, desde superação a campanhas contra a violência. De fato, para a ala feminina, 2014 foi um ano extraordinário. Reunimos os melhores fatos para você relembrar. Veja só!

1 – Lupita

Quando ela recebeu o prêmio de Melhor Desempenho no 7° Annual Essence Black Women In Hollywoodem 27 de fevereiro, Nyong'o falou sobre como ela cresceu odiando ter a tez mais escura e sua jornada para a auto-aceitação e amor-próprio. "O que a minha mãe quis dizer quando ela disse 'você não pode comer beleza’ foi que você não pode confiar na sua aparência para sustentá-la. O que nos sustenta... O que é fundamentalmente bonito é a compaixão por si mesmo e para aqueles ao seu redor."

2 – Mulheres famosas a favor do feminismo

Um momento especialmente impressionante de 2014 foi quando Taylor Swift agradeceu  Lena Dunham por ajudá-la a perceber que ela estava "tomando uma postura feminista sem realmente dizer isso". Kristen Stewart disse que acha "ridículo" qualquer mulher dizer que você não é uma feminista. E Chrissy Teigen disse ao HuffPost: "As pessoas confundem a definição de feminismo. Ele não está dizendo ‘isto é errado’ e ‘isto é justo’. Ele é  o poder de fazer qualquer merda que você quiser. É sobre ter suas próprias crenças e permanecer fiel a elas ", disse. 

3 – Homens famosos também saem a favor do feminismo

Joseph Gordon-Levitt fez um vídeo sobre o feminismo, e foi glorioso. Terry Crews jurou que  "não vai ficar em silêncio sobre o sexismo. Forest Whitaker - juntamente com Harry Styles, Wolf Blitzer e Russell Crowe - twittou publicamente o seu apoio a Emma Watson na campanha #HeForShe. 

4 - Malala Yousafzai ganha o Prêmio Nobel da Paz

Malala Yousafzai, de 17 anos, foi agraciada com o Prêmio Nobel da Paz 2014. Ela foi baleada na cabeça por militantes do Taliban em 2012, simplesmente por ser uma garota que promovia a educação. Yousafzai tem-se dedicado à campanha para a educação de meninas em todo o mundo. Até o momento, apenas 16 mulheres ganharam o Prêmio Nobel da Paz - e Yousafzai é a mais jovem vencedora.

5 - Alanah Pearce falou com a mãe de quem ameaçou estuprá-la

A analista de games Alanah Pearce começou a receber mensagens ofensivas e até ameaça de estupro de jogadores na internet. O que ela fez? Rastreou a mãe deles e denunciou o caso. Elas, claro, ficaram envergonhadas de seus filhos.

6 - Emma Watson lança a campanha #HeForShe

Emma Watson, embaixadora da ONU Mulher, lançou a campanha #HeForShe, que promove a igualdade entre os gêneros, fazendo os homens agirem contra o sexismo. Vários famosos aderiram e apoiaram Emma nas redes sociais. 

7 – Movimento “Eu não mereço ser estuprada”

Uma pesquisa feita pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) mostrou que  65% dos entrevistados haviam concordado com a afirmação de que mulheres com roupas curtas merecem ser atacadas. A jornalista Nana Queiroz, indignada como a maioria das mulheres, lançou o movimento “Eu não mereço ser estuprada”. Depois, o Ipea voltou a trás e disse ter errado nos números.

8 – Combate ao corpo perfeito da Victoria’s Secret

Neste ano, a grife de lingerie lançou uma campanha com o slogan “The Perfect Body”, com mulheres altas, magras e lindas nas imagens. A campanha foi intensamente rejeitada pelo publico, que até fez uma petição online pedindo que a marca se desculpasse e corrigisse o erro. A petição já possui mais de 20 mil assinaturas.


Por Helena Dias

Comente

Assuntos relacionados: feminismo violência contra mulher