Facebook pode causar estresse e ansiedade

Facebook pode causar estresse e ansiedade

Pode parecer besteira ou invenção, mas estudos revelam: Facebook e outras redes sociais podem causar estresse e ansiedade. Tudo bem que isso sempre é dito assim que surge uma rede social e começa a bombar, mas se formos reparar, o problema existe de fato.

Quem nunca ficou atualizando a página de cinco em cinco minutos para conferir as últimas novidades postadas pelos colegas? Ou pensou em colocar uma foto mais estilosa para parecer mais "cool"? E é a partir dessa obsessão que as redes sociais podem se tornar um vício e causar transtornos no equilíbrio.

Segundo uma pesquisa da Universidade Edinburgh Napier, na Grã-Bretanha, feita com 200 estudantes que utilizam o Facebook e outras redes sociais, há uma lista dos principais motivos que acarretam esse estresse:

12% dos entrevistados disseram não gostar de receber pedidos de amigos novos;

63% disseram demora a responder a esses pedidos;

Um em cada dez estudantes disse que o site causa ansiedade;

Três em cada dez disseram sentir culpa por não aceitarem um pedido de amizade.

Mas se o Facebook gera tanto estresse, por que estes estudantes mantêm seus perfis nele? A maioria respondeu que usa o site para ficar em contato com amigos e tem receio de deletar o perfil para não perder novidades ou ofender seus contatos.


Uma suposição muito curiosa dos pesquisadores foi que os usuários ficam estressados por conta do Facebook ser um site "centrado na pessoa", ou seja, egocêntrico. Há sempre a necessidade de produzir algo sobre si mesmo, formando uma pressão para ser interesse e ter uma audiência. O resultado encontrado foi que as pessoas com mais contatos com as redes são as que passam mais tempo no site e também as mais estressadas.

Por Bárbara Ariola (MBPress)

Comente