Esqueci de tomar a pílula, e agora?

Esqueci de tomar a pílula e agora

Foto: Stock4B/Corbis

A pílula anticoncepcional, além da camisinha, é um dos métodos contraceptivos mais indicados para evitar uma gravidez indesejada. No entanto, embora ela seja uma grande aliada das mulheres contemporâneas, existem muitas dúvidas a respeito de sua utilização.

Para esclarecer todas essas questões, conversamos com o ginecologista e sexólogo Amaury Mendes Junior), que também é professor e médico do Ambulatório de Sexologia da UFRJ.

Ele explica que quando a mulher começa a tomar a pílula durante um período, para e após algum tempo retoma o método ela não prejudica seu organismo, mas pode ocasionar ciclos irregulares, spot menstrual - pequenos sangramentos intermenstruais focais - e até provocar uma gravidez.

Após o retorno do uso da pílula a mulher já pode se relacionar com o seu parceiro sem risco, desde que tenha seguido a orientação de um especialista. "Muitas adolescentes começam a tomar a pílula por indicação de uma amiga. Porém, é importante passar por uma avaliação ginecológica para avaliar as funções do organismo, se ela tem ovários policísticos, enfim é um exame geral", afirma ele.

Dessa forma, o ginecologista receita uma medicação que haja de maneira segura e eficaz. "Nunca tome por conta própria para não causar complicações no organismo", alerta. "E embora você use a pílula por ser uma forma segura de prevenir a gravidez, ela não previne contra as DSTs (Doenças Sexualmente Transmissíveis). Por isso, também use a camisinha", completa.

Embora muitas pessoas não considerem, Mendes alerta que a pílula anticoncepcional é um remédio e causa efeitos colaterais. Alguns deles são aumento de peso, aparecimento de varizes, retenção de líquidos entre outros. "Por ser um remédio controlado é necessário visitar um médico anualmente para que ele realize exames de mama, do ciclo, se diminuiu a libido entre outros", orienta.

É importante ressaltar que a mudança de marca de pílula deve ser feito somente com prescrição médica. "Muitas mulheres trocam constantemente de marca devido ao preço mais vantajoso e, embora tenham semelhanças em termos de substâncias, elas possuem ações diferentes", diz ele. "Aliás, caso vá viajar ou a uma festa, por exemplo, pode emendar uma pílula na outra sem problema", acrescenta.


A pílula deve ser tomada diariamente no mesmo horário. Mas, se por acaso você se esquecer de tomá-la e lembrar dentro de doze horas, a pílula continuará funcionando da mesma forma. "Recomenda-se sempre que a pílula seja tomada após o jantar. Se esqueceu durante a noite tome imediatamente no café da manhã do dia seguinte e continue tomando a noite", instrui Dr. Amaury Mendes Junior.

Por Stefane Braga (MBPress)

Comente