Entenda os Florais de Bach

Flor de cerejeira branca

O bacteriologista e pesquisador inglês Edward Bach identificou 38 estados negativos da mente como medo, solidão, incerteza, entre outros. Na década de 30, para cada estado de ânimo ele encontrou uma planta e criou uma essência floral para tratá-los, são os tais Florais de Bach.

As ‘gotinhas’, combinadas ou não entre si, ajudam as pessoas a administrar as pressões emocionais do dia-a-dia. Vale ressaltar que os florais não substituem tratamento médico.

A terapeuta Maria Aparecida das Neves tem como meta educar as pessoas para que elas possam utilizar corretamente os Florais e, assim, alcançar todos os seus benefícios. “Os Florais de Bach originais não são um medicamento, mas um complemento à medicação ou, em casos que remédios não são necessários, um tratamento bastante eficiente. Eles podem ser utilizados sozinhos ou combinados entre si para aliviar sentimentos que acarretam problemas naquele momento de vida”, comenta.

Ela conta que os Florais foram divididos em grupos para melhor orientar quem utiliza: grupo da Solidão, do Medo, da Incerteza e Insegurança, do Cuidado Excessivo com os Outros, da Hipersensibilidade, do Desespero ou da Falta de Interesse pelo Presente.

Para Edward Bach, nossa saúde física depende do nosso modo de pensar, dos nossos sentimentos e emoções. Faz sentido , não é?!

Por Karina Conde

Comente