É preciso desacelerar!

Para evitar o colapso é preciso desacelerar

Foto: FreeDigitalPhotos http://bit.ly/JHVdLe

Alguns movimentos mundiais surgiram nos últimos anos visando uma atitude que o ser humano deixou de lado para conseguir dar conta de todas as tarefas que ele mesmo ou a sociedade lhe empós, são os movimentos para a desaceleração do ser humano, a fim de evitar o colapso nervoso.

Sempre preocupados em obter sucesso, principalmente na vida profissional, é muito comum as pessoas trabalharem horas a fio, emendarem com horas de estudos ou com as tarefas de casa, deixando pouco tempo livre para as atividades de lazer ou mesmo para não fazer nada, aproveitando do chamado ócio criativo.

E quanto mais novas tecnologias surgem para facilitar nossas vidas, mais nos ocupamos em nos manter conectados a elas. É raro hoje quem não acessa a internet pelo celular, aproveita o tempo em que está esperando o ônibus ou parado no trânsito para ler e-mails ou acessar as redes sociais.

Raramente, é possível ver uma pessoa admirar a paisagem, as pessoas ou o movimento da rua enquanto aguardam pelo almoço no restaurante ou por alguém com quem tem um encontro ou uma reunião. Parece que foi criada uma necessidade de ocupar-se o tempo todo, como se o não fazer nada fosse errado ou desperdício de tempo.

O que poucas pessoas sabem é que justamente ao não ocupar a mente é que a criatividade e a capacidade para encontrar soluções para os problemas são melhor ativas pelo cérebro. Mas a correria do dia a dia não permite que façam isso, ocasionando o estresse e, consequentemente, os colapsos do sistema nervoso. Que tal adotar algumas práticas e desacelerar?

Faça menos - É difícil diminuir o ritmo quando você precisa e quer fazer um monte de coisas. O ideal é começar a praticar, tenha força de vontade e faça menos. Foque no que realmente é importante e precisa ser feito. Assim sobra espaço que você pode colocar entre as tarefas e assim ter dias mais felizes.

Mantenha o foco - Não basta diminuir o ritmo, você precisa se concentrar no que estiver fazendo. Isto significa não ficar pensando o tempo todo em coisas que já aconteceram ou que eventualmente virão a acontecer. Foque no que estiver fazendo no momento e dirija todos os seus pensamentos para isso. Requer prática, mas é essencial.

Desconecte-se - Estar conectado o tempo todo nos deixa sujeitos a interrupções e constantemente estressados com a quantidade de informação que chega. Você também não precisa ficar checando mensagens o dia inteiro. Dê um tempo para você e desligue seu celular, seu IPhone ou Blackberry, seu laptop, ou outro dispositivo qualquer de comunicação.

Foque nas pessoas - É comum nos encontrarmos com amigos ou familiares, conversar com eles, mas permanecer distraídos por nossos dispositivos eletrônicos ou em nossos pensamentos naquilo que temos para fazer. Nós ouvimos, mas permanecemos mergulhados em nós mesmos. Isso é comum e com um pouco de esforço podemos mudar e nos tornar mais presentes no contato com as pessoas, vivendo experiências reais, sentimentos em tempo real e não online.

Aprecie a natureza - Muitos de nós passamos a maior parte do tempo em nossas casas, escritórios, carros, ônibus e etc. Raramente paramos e ficamos ao ar livre observando a natureza, respirando o ar fresco das manhãs, aproveitando a serenidade das águas e plantas. Faça atividades ao ar livre sempre que puder, de preferência diariamente.

Coma devagar - Em vez de engolir a comida o mais rápido possível, aprenda a comer mais devagar. Aproveite cada mordida, cada pedaço e cada sabor. Comer devagar garante vários benefícios à saúde. Além de nos permitir apreciar melhor os sabores e as texturas, nos ajuda a comer menos e digerir melhor os alimentos.

Dirija devagar - Correr no trânsito é um hábito constante em nossas vidas ocupadas e atribuladas, que dificilmente largamos quando não estamos atrasados ou se estamos de folga. Mas esse fato também é responsável por inúmeros acidentes, estresse e maior consumo de combustível. Ao invés disso, se acostume a dirigir devagar e tranquilamente. Aprecie os detalhes do trajeto. Faça isso em paz consigo mesmo e com a vida, vai ganhar em prazer e segurança.

Busque o prazer - Observe as coisas que você faz e tente encontrar prazer em cada ação. Por exemplo, ao lavar os pratos, não fique reclamando, mas aproveite para apreciar diferentes sensações com a água, o sabão, os pratos e etc. Pode ser uma tarefa divertida e só depende de você! O mesmo se aplica a outras tarefas do dia a dia como: lavar o carro, varrer a casa, passar roupa e outras.

Seja mono-tarefa - Ao invés de ser uma pessoa multi-tarefa, como muitos gostam de se autointitular, seja mono-tarefa, faça uma coisa de cada vez, comece e termine algo. Antes de mudar para outra tarefa, faça uma pausa, respire, descanse e depois vá em frente.


Descanse - Quando você se achar cansado e estressado, não tenha dúvida, faça uma pausa. Respire bem fundo. Sinta o ar entrando em seus pulmões e o estresse indo embora. Concentre-se em sua respiração. Isso vai te ajudar a relaxar e recarregar as energias. Não se sobrecarregue, acabando assim mais rapidamente com seu corpo e sua mente.

Por Carmem Sanches

Comente

Assuntos relacionados: sucesso estresse trabalho correria