Doação de histórias de ninar para crianças

doação

foto: divulgação

Que tal oferecer a crianças de casas de acolhimento um pouco de carinho e afeto com apenas alguns toques no celular? A Casa da Criança Santo Amaro de São Paulo, uma organização não governamental que atende crianças e adolescentes de 0 a 18 anos, realizou uma parceria com livrarias da cidade numa ação que promete tornar mais feliz a vida desses que acolhe.

Trata-se do projeto "Mensagens de Ninar", que consiste na doação de leituras de histórias infantis realizadas por voluntários via celular. As narrações feitas nas próprias livrarias são gravadas como mensagem de voz e transmitidas ao abrigo usando apenas um aplicativo gratuito.

Histórias de ninar são parte essencial no desenvolvimento de uma criança. Além de estimular a criatividade e a leitura, também contribuem para a criação de um laço de afeto entre pais e filhos. No entanto, essa ainda é uma realidade distante para as mais de 37 mil crianças e adolescentes que vivem em casas de acolhimento em todo o Brasil, de acordo com levantamento de 2012 do Cadastro Nacional de Crianças e Adolescentes Acolhidos (CNCA). No entanto, apenas 5,4 mil deles aguardam na fila do cadastro de adoção.

Foi pensando na grande parcela que não pode ser adotada que a Casa da Criança de Santo Amaro decidiu apostar no projeto "Mensagens de Ninar", idealizado pela agência de publicidade Mood. Esse simples gesto de afetividade pode ajudar a disseminar iniciativas que ampliam as oportunidades de convivência familiar e comunitária para crianças acolhidas, como é o caso do programa de Apadrinhamento Afetivo.

Os frequentadores das livrarias participantes do projeto podem acessar um espaço reservado onde é possível ler em voz alta o trecho de um livro infantil. A captação é feita por meio do aplicativo gratuito WhatsApp, disponível para uso em celulares com os sistemas operacionais iOS e Android. O trecho lido é automaticamente enviado em formato de mensagem de voz para o abrigo através do mesmo programa.

Ao terminar, a pessoa deixa no livro um marcador que indica o trecho seguinte para o próximo leitor continuar a história. Em seguida esse voluntário recebe um vídeo de agradecimento e uma mensagem convidando-o a conhecer outras formas de contribuir com a Casa da Criança, dentre elas o Apadrinhamento Afetivo.

Na instituição, os trechos narrados são recebidos em um celular, unidos e transformados em um audiolivro colaborativo que é tocado para as crianças na hora de dormir através de uma caixa de som. A cada dia uma nova história é contada, com vozes de pessoas diferentes.

E a ação poderá ajudar crianças que vivem em instituições por todo o país. Isso porque todos os contos lidos estarão disponíveis em uma biblioteca virtual na página oficial do projeto na internet www.facebook.com/mensagensdeninar. Dessa forma, outros lares de acolhimento infantojuvenil poderão acessar e baixar os audiolivros e colocá-los para as crianças ouvirem antes de dormir. Basta apenas ter um computador com caixas de som para reproduzir as gravações.

Por Vila Mulher

Comente

Assuntos relacionados: crianças bem estar celular doação