Dicas para retirar as manchas das roupas

Dicas para retirar as machas das roupas

Foto: Corbis

Lavar só com água. Esta é a simples resposta para uma pergunta que, muitas vezes, parece complexa: o que fazer com o tecido assim que ele mancha? Paulo Ricardo, da gerência operacional da Prima Clean, garante que é com esse ingrediente que todos temos sempre à mão que a maior parte das manchas pode ser minimizada em casa, logo que acontecem.

Assim, quando por acidente molho de tomate, shoyo, vinho, sopa, chocolate ou alguma fruta respingar ou derramar em uma peça de roupa, não pense em fórmulas milagrosas. Apenas remova o excesso imediatamente com água. "O segredo é não esfregar muito o local, apenas remover", ensina Ricardo.

Ele lembra que todas as frutas possuem corantes naturais, mas algumas delas, como manga, laranja e ameixas pretas, normalmente se fixam com mais facilidade, tornando-se "vilãs" para as roupas. Para esses casos, ele sugere não usar nada além de água. "O maior problema quando se procura remover uma mancha com produtos incorretos é provocar mais danos ainda, como o descoramento do tecido".

E a grande dica é não demorar para tirar o excesso com água. Afinal, quanto mais tempo o corante fica em contato com o tecido, mais ele se fixa e mais difícil será retirar a mancha. Tomando esses cuidados logo que a peça for manchada, quando a roupa for para a lavanderia, a mancha será mais facilmente retirada.

Graxa e gordura - Manchas de graxa e gordura devem receber tratamento diferenciado, sem contato com água. No caso de gordura, o melhor é colocar talco ou farinha de trigo sobre a área até que o excesso seja absorvido. Para minimizar o estrago que a graxa causa nos tecidos, ele recomenda a aplicação de um removedor simples, de uso doméstico, também sem esfregar demais.

"Isso vai ajudar muito na remoção posterior", garante, frisando que, nesses casos, não se deve usar água.


Ricardo explica que manchas são mais facilmente removidas em tecidos brancos e de fibra sintética. Já os tecidos de fibra natural, como algodão, linho, seda e lã, absorvem muito mais o corante, que se fixa nas fibras. "Por causa dessas diferenças, uma mesma mancha pode ser removida de um tecido e não de outro. Cada caso é particular", afirma.

Por Jessica Moraes

Comente