Conheça as histórias de cinco blogueiras ativistas

Elas lutam pelos seus ideais

Foto: Reprodução mail.com

Durante sua visita ao Brasil, o trabalho de Yoani Sánchez ficou ainda mais conhecido por aqui. Por meio do blog "Generácion Y" (Geração Y), a jornalista tem criticado abertamente o governo cubano, sobretudo, em relação à falta de liberdade de expressão. Por essa postura, tornou-se uma das principais ativistas de oposição no país. A viagem só foi possível graças a mudanças na lei cubana. Yoani estava tentando sair da ilha nos últimos cinco anos, mas só recebia negativas.

A passagem por aqui faz parte de um roteiro que ainda abrange México, Peru, Estados Unidos, República Tcheca, Alemanha, Suécia, Suíça, Itália e Espanha, onde marcará presença em eventos sobre liberdade de expressão, direitos humanos e internet.

A cubana representa um número crescente de mulheres que têm feito uso de blogs para defender seus ideais e protestarem, muitas delas mulçumanas. Conheça outras blogueiras que têm lutado pelo o que acreditam usando a internet como arma.

Lina Ben Mhenni

Foto/Reprodução ecflabs.org

Lina Ben Mhenni

No blog A "Tunisian Girl" (Uma Garota Tunisiana), Lina Ben Mhenni escreve sobre censura, direitos femininos, direitos humanos e liberdade de expressão. Devido a suas denúncias, o governo chegou a bloquear seu site. Mas insistente e consciente da necessidade de divulgar o que acontece em seu país, segue escrevendo sobre as atrocidades do governo, como o assassinato do vendedor de frutas Mohamed Bouazizi, episódio considerado o estopim da Primavera Árabe.

Olfa Riahi

Foto/Reprodução arabnews.com

Olfa Riahi

Olfa Riahi é mais uma tunisiana disposta a denunciar políticos de seu país em seu blog. Atualmente, a jornalista é investigada pelo governo por acusar o ministro do exterior do país, Rafik Abdessalem, de desvio de verbas públicas.

Aliaa Elmahdy

Foto/Reprodução africasacountry.com

Aliaa Elmahdy

A jovem egípcia Aliaa Elmahdy, que já participou de protestos realizados pelo coletivo feminista Femen, postou uma foto nua em seu blog, tornando-se o principal assunto das redes sociais no Egito. O intuito da estudante era criticar a falta de liberdade de expressão em seu país, além da proibição de modelos nus na faculdade de artes e em livros.

Razan Ghazzawi

Foto/Reprodução egyptianchronicles.blogspot.com


Razan Ghazzawi

Ativista dos direitos humanos, a síria Razan Ghazzawi utilizava seu blog para fazer denúncias relacionadas ao regime de Bashar al-Assad. Ela é considerada um dos ícones da guerra na Síria. Acredita-se que foi presa junto com outros ativistas.

Malala Yousafzai

Foto/Reprodução huffingtonpost.co.uk

Malala Yousafzai

Após o Taliban assumir o controle de uma região do Paquistão, as meninas passaram a correr riscos para poderem estudar. Então, a menina de 15 anos Malala Yousafzai resolveu divulgar o que acontece em seu blog. Em represália, levou um tiro na cabeça, mas sobreviveu e continua denunciando.

Por Fernanda Oliveira (MBPress)

Comente