Compostagem doméstica pode ser uma realidade próxima em São Paulo

Composta São Paulo

Foto - Reprodução Composta São Paulo

Você já deve ter ouvido falar delas: três caixas plásticas empilhadas e abastecidas com terra e minhocas. As composteiras ajudam a reduzir cerca da metade do lixo doméstico e elas estão apenas no começo para se tornarem parte de uma política pública a ser adotada em São Paulo.

A iniciativa começa pela campanha "Composta São Paulo" que irá funcionar, em um primeiro momento, como um teste que contará com a participação de 2 mil pessoas na cidade e ajudará em um futuro mais sustentável. Se bem sucedido, o projeto irá se estender para mais lares.

Além de ajudar a diminuir a quantidade de lixo jogado fora, as composteiras também servem para criar adubo - afinal, os resíduos orgânicos gerados pelas minhocas funcionam como ótimos fertilizantes e alimento de plantas.

"Talvez lá para 2016 tenhamos condições de lançar um programa municipal permanente, que faça parte da política de resíduos sólidos", afirmou o coordenador de programas de resíduos orgânicos da prefeitura de São Paulo, Antonio Storel, à Revista Galileu. Ainda de acordo com Storel, 75% da quantidade de lixo enviado aos aterros sanitários poderia ser diminuída se houver políticas eficientes de compostagem e reciclagem de resíduos sólidos.

Estima-se que 300 toneladas de resíduo orgânico tenham sido compostados ao final de 5 meses do projeto.

O Composta São Paulo é de responsabilidade da ONG Morada da Floresta e foi financiado pelas concessionárias de coleta de lixo Loga e Eco Urbis.

Os interessados em participar dessa primeira fase podem se inscrever por meio do site da campanha compostasaopaulo.eco.br. Os selecionados, terão que responder a questionários sobre os hábitos da família e se as composteiras causaram algum impacto nos hábitos da residência.

"Quanto mais a cidade faz compostagem em larga escala, produz adubo suficiente para estimular a prática da alimentação orgânica", comenta Cláudio Spínola, coordenador da ONG.

Saiba mais como funciona uma composteira no vídeo abaixo


Por Tissiane Vicentin

Comente

Assuntos relacionados: sustentabilidade