Como aproveitar bem as informações do seu horóscopo?

Como aproveitar bem as informações do seu horóscop

A produtora de TV, Stephanie Dalla lê seu horóscopo todos os dias, não esquece nunca. Gosta tanto que tem até tatuado no ombro o símbolo do seu signo, escorpião. "Quando leio horóscopo, vejo as informações que ‘batem’ com o que estou passando e faço disso uma ajuda nas minhas reflexões. Nunca tomei uma decisão só por conta do horóscopo, mas ele ajuda sim. Já li por exemplo que não estava dando atenção as coisas profissionais e passei a ser mais empenhada".

Apesar de gostar muito, em certas situações ela não resiste e contraria as dicas. "Sempre tinha um pé atrás com um ex namorado, porque sabia que nossos signos não combinavam muito, e embora a relação tenha sido legal, realmente não durou muito, como o horóscopo já tinha previsto. Porém me dou super bem com a pessoa que estou agora, e o horóscopo ‘não concorda’ com isso. Mas dessa vez vou ter que ir contra ele!", diverte-se.

A jornalista Camila Leite Martins é tão viciada quanto Stephanie. Ela conta que sempre se guiou pelo horóscopo, a ponto de se a previsão indicasse para não sair de casa, ela não saia. Hoje lê apenas uma previsão semanal de uma astróloga específica e encara as previsões como dicas. "As vezes segurar o mau humor, respirar fundo, pensar bem antes de tomar uma decisão. Leio e quando passo pela situação me lembro do horóscopo".

A jornalista conta que já passou por situações em que contrariou as previsões e se deu mal: "Estava prestes a fechar um negócio e por casualidade abri o jornal e li que esse período não era favorável para negócios. Mesmo contrariada, achei que seria uma ótima oportunidade. No entanto não foi, investi muito dinheiro em um negócio que não me deu retorno nenhum".

As duas ‘apaixonadas’ por horóscopo aprenderam com o tempo a usar as informações a seu favor. Mas nem sempre é fácil, por isso o Vila Astral conversou com a astróloga e nossa colunista Isabel Mueller. De acordo com ela, as pessoas devem compreender o horóscopo como uma sinalização das possibilidades e tendências naquele momento. "Deve-se buscar horóscopos feitos por profissionais competentes, que instigam à reflexão. Bom compreender a importância do livre-arbítrio, mas também de que cada momento realça determinadas questões e mostra os desafios e conflitos em certos temas também".

Horóscopos não devem dizer que "vai acontecer algo". Isabel explica que o leitor deve aprender a utilizar as informações para que estimulem respostas boas aos desafios do momento.

Stephanie e Camila têm seus astrólogos preferidos e confiam neles. Como escolher um para você? A astróloga conta que cada pessoa tende a se sentir em sintonia, se identificar com a forma como certos profissionais escrevem. "Para escolher o seu preferido você deve sentir que o horóscopo ecoa no coração e que não é apenas uma informação racional. Deste modo cria empatia com um astrólogo, se sente reconhecido naquela informação diária e pode utilizá-la como reflexão cotidiana".


Não há problema em ler vários horóscopos, mas cada um se sente mais sintonizado com algum ou alguns. Para tirar melhor proveito das informações Isabel explica que é interessante ler o horóscopo referente ao seu signo ascendente também. "Assim terá um panorama mais completo das tendências e questões evidenciadas a cada dia".

Por Larissa Alvarez

Comente