Campanha #EuSouSobrevivente divulga casos de estupro

A cada onze minutos, uma mulher é estuprada no Brasil - Estupro é crime não é sexo. Denuncie!
#EuSouSobrevivente

Foto: Reprodução/Facebook

Recapitulando: uma menina de 16 anos foi estuprada por 33 homens no Rio de Janeiro no dia 21 de maio. Dias depois, um vídeo do crime foi publicado na internet por um dos participantes e o país inteiro se mobilizou em relação ao caso. A indignação de outras mulheres que também já foram estrupadas Brasil à fora deu início à hastag #EuSouSobrevivente.


Com a hastag as mulheres compartilham relatos de assédio sexual e estupro. A história que rapidamente viralizou e estimulou outras mulheres a fazerem o mesmo foi a da Sabrina de Campos. Leia a seguir:

Outras mulheres também relataram episódios de violência que viveram:

Nos últimos meses, outros movimentos também surgiram pela liberdade da mulher, como o #MeuAmigoSecreto e #MeuPrimeiroAssédio. Para combater crimes contra a mulher, denuncie. Ligue para a Central de Atendimento à Mulher (Ligue 180), serviço da Secretaria de Políticas para as Mulheres. A denúncia é anônima e gratuita, disponível 24 horas, em todo o país.

Por Thamirys Teixeira

Comente