Bumbum durinho no verão

Bumbum durinho

Foto: Michael A. Keller/Corbis

As mulheres correm contra o tempo para deixar a silhueta enxuta e não fazer feio na hora de usar o biquíni. E a preferência nacional - os glúteos - é também o foco do público feminino. Mas como deixar o bumbum durinho e bonito?

Há diferentes opções: há quem se preocupe em fechar a boca para perder peso, quem recorra aos tratamentos estéticos para se livrar da celulite e quem se matricula numa academia para fortalecer o glúteo. O VilaMulher separou algumas dicas para quem vai aderir a umas dessas opções. Veja só:

Vamos malhar?

Quem vai intensificar o treino ou sair do sedentarismo pela primeira vez, tendo como objetivo deixar o bumbum durinho, pode caprichar nos movimentos multiarticulares, ou seja, que trabalham todas as musculaturas dos membros inferiores: quadríceps (a parte frontal), isquiotibial (a parte posterior) e os glúteos.

"Eles são fundamentais em qualquer programa e são os melhores exercícios para os glúteos (ao contrário da crença popular, que diz que o melhor exercício seria o quatro apoios com caneleira)", revela o personal trainer Ricardo Wesley. Confira os exercícios indicados pelo especialista:

Leg press: nessa máquina o aluno, com apoio da coluna, em 90 ou 45 graus, realiza o movimento de extensão dos joelhos. É importante tomar cuidado para que os joelhos se movimentem adequadamente, não se aproximando ou afastando durante a execução.

A periodicidade dos exercícios depende do objetivo e individualidade do aluno, porém, Ricardo pensa que a média ideal de um treinamento de membros inferiores seria realizar de um treino a cada três dias, ou seja, dois por semana. Mas isso pode se alterar para uma ou até três vezes por semana, dependendo da intensidade e volume dos treinamentos. "É importante lembrar que não evoluímos durante o treinamento, mas no repouso do estímulo do treino. Se não ocorrer descanso a aluna simplesmente não irá melhorar", afirma.

O segredo para obter bons resultados é executar todos os exercícios de maneira adequada. Nada de ansiedade ou pressa. O personal diz que é muito comum as alunas utilizarem execuções incorretas para levantar mais carga - distribuindo a sobrecarga extra na musculatura lombar e, consequentemente, prejudicando o aspecto postural do treinamento.

"Ou, ainda elas utilizam formas de execução inadequadas, a fim de potencializar o exercício. Por exemplo, realizando um stiff com os pés em cima de um step, sendo que não possui a flexibilidade de cadeia posterior, isquiotibial, glúteos e lombar para isso e acaba, simplesmente, flexionando a coluna, tirando a tensão dos músculos-alvo", completa. Obedecendo direitinho às orientações do professor, é possível observar resultados mensuráveis (diferença na fita métrica e roupas) em questão de um mês.

3 dicas importantes para não errar nos exercícios:

  • Não tenha medo de utilizar cargas elevadas, por medo de ficar com aspecto másculo. É necessário utilizar uma carga adequada para que o estímulo seja proveitoso.
  • Treine membros superiores e abdômen também. Se você não desenvolver uma base adequada de membros superiores não conseguirá estabilizar e suportar as cargas adequadas em exercícios como agachamento.
  • Procure um profissional para montar o seu treino. Nada de seguir dietas da moda ou treinos de atriz X ou Y. Se você quer ver resultado precisa algo adequado para o seu objetivo.
bumbum durinho

Fuja da retenção de líquido!

Sabe aquela sensação estranha de inchaço? Ela dá sinais de que você está retendo líquido e este problema é um dos responsáveis pelo surgimento e agravamento da celulite. Você pode fazer em casa o teste para saber se está com retenção de líquido: aperte com os dedos alguma parte do corpo, de preferência os membros inferiores. Se a marca dos seus dedinhos ficarem no local, é sinal de que você precisa começar a reorganizar sua dieta e se preocupar mais com sua saúde.

"Como celulite é uma inflamação, comer alimentos que provocam retenção só vai favorecer ainda mais o processo de formação dos edemas", alerta Dr. Fábio Bicalho, nutricionista clínico e funcional. A retenção de líquido pode provocar também o ressecamento da pele, a queda de cabelo e até enxaqueca.

O grande vilão da retenção de líquido é o sal. Segundo a Organização Mundial de Saúde, o brasileiro deveria consumir menos de 5 gramas de sal, o que equivale a menos de uma colher de chá rasa de sal ou cinco pacotinhos daqueles encontrados nos restaurantes.

"O ideal é que a pessoa elimine ou reduza drasticamente da dieta produtos enlatados, refrigerantes, principalmente o Zero, sucos prontos, bebidas alcoólicas, sal de cozinha em excesso, embutidos, queijos amarelos, sopas prontas, macarrão instantâneo e produtos industrializados ricos em sódio", orienta o especialista.

No lugar desses itens você pode incluir graviola, frutas vermelhas, carqueja, suco verde, água natural e linhaça. "Também consuma e peixes como atum, cavala e sardinha fresca", completa Dr. Fábio.

Nas clínicas: Maximus e Dielectric 3D

Para quem tem uma graninha sobrando e não quer investir em tratamentos estéticos, pode optar por dois deles: O Maximus e o Dielectric 3D.

O Maximus trata as quatro camadas da pele e rejuvenesce significativamente a maioria das áreas da face e do corpo. "Resultados impressionantes mostram uma redução significativa das rugas, flacidez de pele, cicatrizes, celulite e circunferência corporal", avalia Dra. Maria Paula Del Nero, dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

O procedimento é seguro e não invasivo e dispensa preparações especiais. Sendo assim você pode utilizar o Maximus e retornar rapidamente a sua rotina diária. São duas tecnologias em um único equipamento: a TriLipo Radiofrequência (RF) é utilizada para a retração de pele, regeneração de colágeno e redução de celulite e de gordura. E a TriLipo Ativação Muscular Dinâmica (DMA) é utilizada no corpo para liberar gordura e na face para realizar o efeito "lifting".


A médica explica que a tecnologia de TriLipo RF aquece a camada de gordura, forçando a liberação de gordura líquida das células. Este efeito térmico acelera o metabolismo natural de eliminação de gordura. Já a tecnologia da TriLipo DMA provoca a contração dos músculos, empurrando as células de gordura para cima e, externamente, as células de gordura são empurradas para baixo pela pressão do aplicador.

"O resultado do efeito de ‘compressão’ permite a eliminação da gordura através do mecanismo de drenagem linfática. A combinação da TriLipo RF e do efeito da DMA acelera a circulação sanguínea, otimizando a oxigenação do tecido e sua detoxificação", completa. O tratamento não possui contraindicação e, por semana, são realizadas seis sessões.

Já o Dielectric 3D promete livrar a mulher de três males: gordura localizada, celulite e flacidez. O aparelho chega até as camadas mais profundas da pele e visa sugar a gordura através do calor. Enquanto aquece ele também massageia, ativando a circulação e fazendo uma drenagem.

A mulher deve fazer de quatro a seis sessões, com intervalos de 15 dias. Ou seja, em no máximo três meses você termina o tratamento.

*Serviço: Personal trainer Ricardo Wesley.

Dr. Fábio Bicalho, nutricionista clínico e funcional.

Por Juliana Falcão (MBPress)

Comente