Briga no metrô - uma reflexão sobre cidadania

Briga no metrô

A intolerância nos dias de hoje causa muitos conflitos a troco de nada. Em Nova York, três mulheres se envolveram em uma briga por causa de um simples prato de macarrão. Aconteceu com duas mulheres dentro do metrô: uma delas, bem jovem, estava comendo macarrão em um recipiente de isopor. Outra, quase uma senhora, reclamou do cheiro da comida e da falta de etiqueta da jovem. De certa forma a jovem não deveria consumir alimentos dentro do vagão, embora não haja nenhuma proibição, mas não justifica a forma como foi conduzida a discussão.

A reclamação da passageira gerou uma discussão depois que ela perguntou qual era o tipo de animal que se comia no metrô. As duas mulheres, a que comia e sua amiga, retrucaram e chamaram a passageira de gorda. Depois de muitas ofensas começou uma discussão que envolveu o preconceito e a humilhação. A mesma desencadeou em agressões por parte das duas mulheres, que arremessaram o macarrão na cabeça da outra senhora e trocaram socos.

Outros passageiros entraram na confusão para separar a briga e um homem conseguiu acalmar os ânimos. A agressão aconteceu dentro do metrô da metrópole que é famoso por sua falta de higiene e pelos ratos que vivem nas plataformas das estações.

Tudo foi gravado e foi parar no YouTube. A repercussão foi grande e mais de 940.000 pessoas assistiram ao vídeo. O fato rendeu muitos comentários. Algumas pessoas afirmam que nenhum lugar do metrô traz uma placa ou aviso de que é proibido comer. Outras citaram temas como racismo (as duas amigas são negras). Há inclusive uma pressão por parte de alguns cidadãos que se estabeleça uma proibição para comida nos metrôs.


No jornal "Daily News", a Autoridade Metropolitana de Transporte de NY (MTA) se manifestou dizendo que a situação deve ser estudada. "A MTA tem que pensar quais produtos alimentícios serão permitidos aos passageiros, porque muitas vezes são jogados nas vias do trem ou na plataforma. Isso é o que está fazendo com que haja ratos. Temos que fazer algo para deixar claro que o público tem que acordar", afirmou um dos responsáveis da MTA, Charles Moerdler. A MTA todos os dias recolhe cera de 90 toneladas de lixo no metrô de NY.

Diante do fato percebemos que a cidadania é algo que precisa fazer parte do cotidiano de muita gente, no mundo inteiro.

Por Catharina Apolinário

Comente