Brasileiro compra poucos livros

Brasileiro compra poucos livros

O brasileiro lê, em média, apenas 4,7 livros por ano. Dessa média, 3,4 livros por habitante/ano foram indicados pela escola, e 1,3 livros per capita foram lidos fora da escola. A constatação é da pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, encomendada pelo Instituto Pró-Livro ao Ibope Inteligência.

A pesquisa também confirma que as mulheres lêem mais que os homens - 5,3 contra 4,1 livros por ano.

Os brasileiros não compram muitos livros, a pesquisa aponta 1,1 livro adquirido por ano, índice lamentavelmente baixo. Os principais canal de acesso são as compras no mercado e os empréstimos particulares.

Segundo o estudo, o brasileiro está lendo mais. 95 milhões de pessoas (55% da população) declararam ter lido ao menos um livro nos três últimos meses. O universo de não-leitores do Brasil estão incluídas as pessoas que não sabem ler e escrever, boa parte dos mais pobres e dos que têm baixa escolaridade.

A missão de estimular o público infanto-juvenil para a leitura é de todas nós. Embora videogames e televisão sejam paixões dos pequenos, presentear crianças com livros deveria ser algo mais freqüente nas famílias. Reparem que a pesquisa os não-leitores geralmente nunca ganharam um livro na infância.

A leitura permite que a criança construa um vocabulário mais rico, estimule a criatividade e imaginação, desenvolva a capacidade de concentração e veja o “ato de ler um livro” como uma alternativa de lazer.

Por Karina Conde

Comente