Atenção com a postura durante o sono

Atenção com a postura durante o sono

Postura inadequada e estresse excessivo são desencadeadores de diversos problemas nas regiões cervical, torácica e lombar. Durante o sono, perdemos o controle da musculatura da cabeça, portanto, para evitar problemas mais sérios na coluna, deve haver uma preocupação com a postura correta durante toda a noite.

Segundo a consultora do sono da Duoflex, Ana Angélica, na hora de dormir, o ideal é alinhar a coluna cervical com o tronco, o que melhora a circulação sanguínea e facilita os estímulos elétricos enviados pelo cérebro aos órgãos do corpo.

A posição de descanso escolhida deve ser a mais adequada possível para evitar que, em longo prazo, não afete a saúde da coluna e, consequentemente, a qualidade de vida.

"Na hora de escolher um travesseiro é preciso estar atento à posição em que se dorme e também à altura do travesseiro, que deverá preencher o espaço entre a cabeça e o colchão, formando um ângulo de 90 graus no pescoço", afirma Ana Angélica.

Ela explica que o travesseiro ideal deve adaptar-se ao corpo e proporcionar uma boa noite de sono, permitindo com que a pessoa se levante bem disposta e sem dores no corpo. "Dormir de forma inadequada pode interferir no rendimento das atividades diárias e agravar processos como contraturas, osteoporose e má circulação", alerta.

Veja algumas orientações importantes para a escolha e bom uso do travesseiro:

Para quem dorme de lado (posição mais recomendada pelos fisioterapeutas) - Tanto faz se é do lado direito ou do lado esquerdo. Quem dorme de lado deve usar um travesseiro para apoio da cabeça, em uma altura que se encaixe perfeitamente entre ela e o colchão, formando assim, um ângulo de 90 graus no pescoço.

Nesta posição os joelhos deverão estar preferencialmente semiflexionados, com um travesseiro entre eles. Esta não pode ser confundida com a posição de feto, onde se faz uma flexão exacerbada em toda a coluna vertebral, prejudicando-a com o passar dos dias.

Para quem dorme de barriga para cima - Nesse caso, é preciso utilizar um travesseiro baixo ou médio para apoio da cabeça, que deve preencher o espaço entre a cervical e a nuca, para evitar a hiperflexão do pescoço, e outro travesseiro ou um rolinho embaixo dos joelhos, de forma que fiquem semiflexionados, e assim, descansem.

Para quem dorme de bruços - Apesar de não ser uma posição indicada para o sono, é recomendável utilizar dois travesseiros bem baixos, sendo um para apoio da cabeça e outro embaixo do abdômen, na altura da curvatura da cintura.

A melhor maneira de escolher o travesseiro é conhecer sua estrutura como, por exemplo, se é macio, extra macio, médio ou firme e testá-lo antes de comprar. Prefira os travesseiros capazes de regular a altura e se for alérgico, verifique se o travesseiro possui proteção contra ácaros, fungos e bactérias, e se os materiais usados não causarão alergia.

leia também


Sinta o conforto térmico do produto, caso seja uma pessoa que transpire muito durante a noite e troque o travesseiro a cada 2 anos.

Por Jessica Moraes

Comente