Amostras grátis incentivam o boca a boca

Amostras grátis incentivam o boca a boca

Conhecer o produto para muitas pessoas é fundamental para comprá-lo. Grandes marcas têm fieis clientes que não as trocam por nada. Por isso, marcas e produtos recém-lançados investem em amostras grátis como uma experiência para o consumidor e uma oportunidade de mostrar seu produto. E as amostras grátis se transformam em propaganda boca a boca.

O diretor de arte da GG Publicidade, Genaro Gonçalves, afirma que o mercado atual exige esse processo. "No mercado atual, as empresas precisam ter uma resposta cada vez mais rápida ao sucesso, ou não, do seu produto. Campanhas de incentivo para experimentar determinados produtos sem precisar comprar ou participar de qualquer concurso sempre são válidas.Ter o produto analisado antes de entrar de fato no mercado, diminui e muito os riscos de iniciar uma operação que pode levar a um grande prejuízo mais a frente. Em tempos de mais meio ambiente e menos consumo, quem realmente decide é o consumidor,"acrescenta.

Normalmente vemos no Brasil distribuição de amostras em pontos de acúmulo de pessoas ou pontos de venda. "Como geralmente a experimentação é seguida de compra, o resultado para o fabricante é mais rápido, assim também funciona o teste no ponto de venda, porém o fabricante não tem uma resposta mais detalhada do consumidor, porque nesse caso, não é obrigado a responder uma pesquisa," lembra Gonçalves.

A marca Oral B Pro Saúde traz em seu comercial de TV em rede aberta um apelo para que o consumidor peça sua amostra. Também no facebook a empresa faz o convite, se comprometendo a entregar a amostra em 30 dias. Neste caso serão 100 mil amostras de 20g. A empresa ainda fará sorteios de prêmios.

Sites de marcas também apostam nas amostras. Também a Knorr traz na campanha do Meu Arroz a promessa de um arroz perfeito. Para ganhar credibilidade a marca oferece aos consumidores 500.000 amostras de sache Meu Arroz de 8g, que chegam a você em até 30 dias após cadastro no site. Sites de cosméticos também utilizam essa prática para divulgação da eficiência de seus produtos.


Hoje já existem sites e até clubes de amostras grátis, que incentivam o consumidor a descobrir novos produtos e sair do habitual. "Em pesquisa publicada na revista Supermercado Moderno, feita pela consultoria americana Market Force Information, de um universo de 6 mil consumidores norte-americanos, com idade entre 19 e 72 anos, o que leva um consumidor a experimentar um novo produto são: 8% propaganda; 22% indicações; 31% promoções e 39% merchandising. Esta mesma pesquisa revelou que as mulheres (75%) são as responsáveis pelas compras da casa, ou seja, por levar ou não uma nova marca ou versão", aponta publicitário.

Por Catharina Apolinário

Comente

Assuntos relacionados: produtos propaganda lançamentos