Dicas para manter as unhas sempre fortes e saudáveis

Dicas para manter as unhas sempre fortes e saudáve

Um dos grandes dilemas das unhas é o fortalecimento. Quando estão recém feitas, elas ficam lindas, mas se não estão fortes, a durabilidade dos esmaltes aplicados é quase nula. As unhas começam a desgastar, não crescem como o esperado e, quando crescem, lascam e quebram com facilidade.

Se você sofre todas as vezes por conta de unhas fracas e já testou tantas bases possíveis, saiba que o seu problema pode ter solução. O Vila Batom foi atrás de algumas dicas de especialistas para que suas unhas fiquem cada vez mais fortes e bonitas.

Começamos pela alimentação saudável. Segundo o dermatologista Marcelo Bellini, da Clínica Corpo em Evidência, em São Paulo, a vitalidade e a saúde das unhas estão intimamente ligadas com a alimentação da pessoa. Se você costuma ter um prato colorido e rico em diferentes nutrientes e vitaminas, é bem provável que as suas unhas estejam sempre fortes e lisinhas.

Segundo o dermatologista Ademir Júnior, também de São Paulo, a principal responsável pelo enfraquecimento das unhas é a pouca ingestão de proteínas. "A unha, assim como os cabelos, é formada por células em cujo interior se concentra a queratina, uma proteína que confere rigidez e saúde a estas estruturas", explica o especialista.

A ingestão de zinco (encontrado em carnes, peixes e sementes), e ferro (encontrado em leite, ovos, verduras escuras e carnes vermelhas) e cobre (encontrado em sementes, nozes e alimentos integrais) "são importantes para ajudar no crescimento e manutenção de unhas saudáveis", completa.

Além disso, Ademir afirma que "anemias, estresse e alterações hormonais também podem interferir na saúde das unhas", portanto você também deve ter um cuidado especial com a saúde da mente.

As unhas podem, ainda, alertar que algo no organismo não vai bem. "Elas denunciam problemas como infecções, alterações da tireóide (hipo ou hiper) e hormonais, entre outros", conta Bellini.

E elas têm até maneira certa de serem lixadas. Segundo o estilista de unhas Marcelo Pinto, do Espaço Glecciano Luz, no Rio de Janeiro, "é necessário lixar as unhas bem retas e, na lateral, dar uma leve arredondada, para que cresçam por igual e não quebrem".

Ainda segundo ele, o ideal é que as unhas sejam feitas uma vez por semana, não mais do que isso, para ajudar no fortalecimento. E lembre que, na hora de tirar a cutícula, é essencial que ainda reste um pouco dela para proteger as pontas dos dedos. "É fundamental deixar pelo menos uma camada de cutícula, pois ela funciona como proteção das unhas", argumenta o estilista.

Segundo Marcelo, aquela velha história de que deixar as unhas sem esmaltes, para "respirar" faz com que elas cresçam mais fortes é bem verdade. "Um dia para que as unhas respirem sem esmalte já é o suficiente". Além disso, a utilização de óleo de cravo, por exemplo, ajuda no fortalecimento das unhas. Sem contar que esse óleo, segundo o profissional, "ajuda também a combater fungos", Mas atenção: Marcelo não aconselha a aplicação em unhas já esmaltadas. "Ele deixa a unha com um aspecto fosco e embaçado", adverte.

Se você acha que a utilização contínua de removedores de esmalte é a responsável pela fragilidade das suas unhas, é bom mudar de ideia. O dermatologista Bellini afirma que "o uso de removedores para retirar o esmalte não resulta em descamações e fragilidade".

Na hora de escolher o melhor esmalte, sempre escolha cores diferentes entre uma sessão e outra na manicure. "Alterne cores claras e escuras e dessa forma, a unha tem um tempo para a recuperação", explica o dermatologista.

Se todos os cuidados não forem suficientes, Bellini afirma que, muitas vezes, o fortalecimento pode ser conseguido através de suplementos. "Eles devem conter silícios orgânicos (que ajuda na estrutura e fortalecimento da unha) zinco, cobre, ácido fólico, aminoácidos como cistina, cisteína; vitaminas como Biotina que conferem rigidez, vitalidade e renovação adequada às unhas".

Para quem tem o hábito de lavar as mãos várias vezes ao dia, atenção: "O fato da unha também estar continuamente imersa em água (lavar louças ou roupas todo o tempo ou em atividades que exijam imersão das mãos em água), pode facilitar o processo de enfraquecimento", argumenta Ademir.

Para isso, Marcelo Bellini ensina que o melhor remédio é a hidratação. Se quiser, você pode utilizar "as famosas luvas de creme", como ele mesmo indica. Além disso, abuse de hidratantes que contenham silicone na composição.


Ao mexer com produtos químicos e de limpeza, proteja as suas mãos. "O ideal é o uso de luvas de borracha que sejam forradas com tecido por dentro. O que deixa as mãos e unhas mais confortáveis e não provocam alergias", complementa o médico.

Por Tissiane Vicentin (MBPress)

Comente