Cuide das unhas do pé

Cuide das unhas do pé

Salto alto, bico fino, ficar em pé o dia todo. Se tem uma parte do corpo feminino que sofre, essa parte é o pé, principalmente as unhas. Elas, que devido a esses excessos, muitas vezes ficam encravadas e chegam até a cair.

Para tentar salvar as unhas de quem judia delas diariamente e também diminuir as dores nas machucadas, o Vila Batom conversou com o podólogo Orlando Madella Junior que dá algumas dicas.

Em primeiro lugar é necessário ter atenção na hora de cortar a unha. “O corte incorreto gera crescimento incorreto da lâmina trazendo como conseqüências a dor e o encravamento.”

A combinação “unhas cortadas de forma incorreta + sapato apertado” é fatal para ter unhas encravadas, por isso é necessário ter atenção a escolha do que vai usar. “Calçados quando justos, estreitos, ou de ponta fina exercem pressão, a unha acaba encravada ou então pode descolar da pele.”

De acordo com Orlando quando estiver com a unha encravada, vá correndo até um podólogo, ele remove a parte da unha que esta encravada com instrumentos adequados e só assim você se verá livre da dor.

Quem tem o problema de forma recorrente pode optar por uma órtese, espécie de aparelho que serve como um “apoio” para a unha. “Elas corrigem a lâmina com curvatura acentuada ou encravada. A aplicação é indolor e proporciona excelentes resultados, fazendo com que a lâmina deformada, volte a ter um formato normal.”

Quando notar algo errado com a unha, o podólogo aconselha logo procurar um profissional. Problemas comuns como unha machucada por um pisão, a própria unha encravada, podem se transformar em algo mais grave caso não sejam tratadas corretamente. A unha pode até cair e se a raiz dela for danificada pode nunca mais será a mesma.


Na hora de fazer o pé em um salão, Madella afirma que é importante prestar atenção na higiene do local, é necessário estar tudo limpo e esterelizado. O local deve ainda realizar a assepsia dos alicates e utilizar produtos descartáveis. “Se não houver higiene, as pessoas podem adquirir doenças como AIDS, Hepatite, além de uma série de vírus, bactérias, fungos (micose), o que colocando em risco a vida humana.”

Por Larissa Alvarez

Comente