Blogueiras contam como guardam os esmaltes

guardar esmaltes

Diversos acabamentos, cores infinitas e novas tendências. Isso é o que a indústria produtora de esmaltes oferece a cada dia para as mulheres que não vivem sem esses vidrinhos coloridos.

Cada mulher usa a cor conforme o seu estilo, mas para as esmaltólatras de plantão que não resistem a uma nova coleção que surge no mercado, o importante é garantir que aquele lançamento esteja em sua coleção.

No entanto, se a tarefa de comprar esses vidrinhos é muito fácil, organizá-los não é tão prático e rápido assim, pois exige cuidado para que não estraguem ou quebrem. Para não tornar a coleção um caos é necessária muita organização.

Por isso, se você está enfrentando o dilema de como e onde guardar, acompanhe as dicas e os truques das blogueiras Priscila Carriel, Carol Moretti, Julia Caetano Sampaio e Paula Brasil.

Priscila Carriel relata que guarda seus esmaltes em uma prateleira de três andares, de aço e vidro que ela mesma decorou. "Sempre gostei de separar por marca, assim posso colocar as coleções juntas, pois fica mais fácil de localizá-los. Do contrário, ficar perdida".

Como possui uma coleção bem recheada, Priscila diz que nunca consegue utilizar o esmalte mais de uma vez. E para que não fiquem ressecados, ela toma cuidado com o fechamento dos vidros. "Deixo-os sempre em pé também. Quando percebo que a fórmula começa a ficar grossa aplico algumas gotinhas de óleo de banana", revela ela.

Carol Moretti também é adepta do óleo de banana para prolongar a vida dos esmaltes. Atualmente, ela guarda seus produtos em uma gaveta, pois sua coleção diminuiu. "Desfiz de muitos esmaltes e fiquei apenas com os meus favoritos. Antes, como eu tinha vários, colocava em um gaveteiro para armazená-los", relata.

Para deixar a coleção mais fofinha, Carol comenta que prefere separar por marca. "Acho melhor. Fica mais organizado devido ao design dos vidrinhos, que altera de marca para marca", conta ela. E acrescenta: "Gosto dos esmaltes importados, pois eles já vêm com bolinhas de alumínio para ajudar a misturar o esmalte, isso faz com que ele não decante (quando fica esbranquiçado ou metade de uma cor e metade de outra)".

Julia Caetano Sampaio é bem organizada com a coleção. Como são muitos, ela os guarda em um criado mudo. "Organizo na maioria das vezes por cor. Na primeira gaveta coloco os esmaltes que já usei, dividindo por cores. Na segunda, coloco os que nunca usei divididos por cores. Nessa mesma gaveta coloco também os glitters, flocados, duos e kits variados. Já na terceira coloco os fluorescentes e os importados, sendo que nos importados eu divido por marca e não por cor", comenta ela.

Para conservá-los, Julia afirma que não deixa os vidros deitados para que não decantem, mas se acontecer isso, ela agita bem antes de usar até que a cor volte ao normal. "Além disso, conservo-os em um local fresco e longe do calor e da luz solar", descreve ela. "Na hora de usar, tento deixar o mínimo possível aberto, pois o ar resseca e engrossa o esmalte. Porém, quando isso acontece coloco umas gotinhas de diluente", complementa.


Paula Brasil conta que gosta de guardar os esmaltes em caixas organizadoras e separa por marca. "Guardo todos eles em pé, o que deixa mais difícil a decantação do esmalte e procuro não deixar em lugar muito quente", diz ela.

Para o esmalte não ressecar no vidro ela sempre os mantém bem fechados e de vez em quando chacoalha os vidrinhos. "Deixo aberto enquanto estou usando e não deixo no sol. Se ele endurecer, pingo algumas gotinhas de óleo de banana e misturo", finaliza ela.

Por Stefane Braga (MBPress)

Comente