Reaction Face é a nova arma contra a flacidez facial

Reaction Face é a nova arma contra a flacidez faci

Manter a pele jovem e bonita é o objetivo de quase todas as mulheres. Mas, não tem jeito, por mais que tenhamos uma vida regrada, quando a idade começa avançar os primeiros sinais de flacidez logo aparecem e, não pense você que os homens ficam de fora dessa. A partir dos 30 anos, não importa o sexo, ela irá aparecer.

Considerada por muitos como um dos primeiros sinais do envelhecimento cutâneo, a perda da rigidez da pele ocorre principalmente por causa da redução da produção natural de colágeno do organismo, o que influencia na harmonia da estrutura facial.

Mas, muita calma, não é só a idade que contribui para a flacidez da pele. De acordo com a fisioterapeuta Ana Rosa Visnardi, processos intensos de emagrecimento também podem levar ao aparecimento da flacidez tanto no rosto como no pescoço. Para nossa alegria, o mercado estético investe em procedimentos mais modernos e a cada temporada lança novos tratamentos para nos auxiliar na difícil tarefa de manter o rosto jovem por mais tempo.

Se você faz parte do time das mulheres descontentes com a "papada" que tanto incomoda na hora da foto, Ana comenta que os tratamentos de radiofrequência são capazes de reduzir a flacidez facial, e ainda melhorar o contorno do rosto e pescoço.

Curtiu a dica e está pensando em aderir às técnicas de radiofrequência? A fisioterapeuta indica o novo Reaction Face. Composto por duas ponteiras: a ST (Skin Tightening) e a FC (Facial Contour), o aparelho estimula a produção de colágeno e elastina, suaviza as marcas da idade e auxilia no enrijecimento da pele.

Para quem ficou curioso e quer saber como o procedimento é realizado, ela explica que a técnica oferece o mínimo de desconforto. "As três frequências do equipamento aquecem a pele e otimizam o efeito do calor. Além disso, permitem ao médico atingir diferentes profundidades da derme e facilitam no direcionamento da ação da radiofrequência na região onde o paciente apresenta mais necessidade".

Sem agredir a pele, o tratamento pode ser feito até mesmo em dias de trabalho, pois não tem efeito ablativo, ou seja, o paciente pode retomar suas atividades imediatamente após a sessão. "O tratamento completo leva, em média, cinco sessões, com duração de 30 minutos cada e intervalo de duas a três semanas entre as aplicações. No entanto, todos os pacientes notam a diferença logo após a primeira sessão", completa.

Agora, para as sedentárias que adoram um fast-food, a médica lembra que para manter o rosto com um aspecto jovial, sem rugas ou marcas de expressão é necessário cultivar hábitos de cuidados diários, como aplicar protetor solar, manter uma alimentação saudável, ingerir líquidos e fazer uso de dermocosméticos indicados para o seu tipo de pele.

Por Paula Perdiz

Comente