Prepare sua nécessaire para o inverno

Mesmo sem ter começado oficialmente, o inverno já está dando uma prévia durante as últimas madrugadas, com os termômetros marcando, em média, 7ºC. E é aí que mora o perigo: as pessoas começam a relaxar com os cuidados diários da pele, o que é muito comum nesta época do ano, porém, prejudicial para a beleza e funções vitais da pele, informa o cosmetólogo e diretor de pesquisa e desenvolvimento do Instituto Mezzo de Cosmetologia e Estética, Paschoal Rossetti Filho.

Ele explica que a baixa umidade do ar e a diminuição da transpiração ressecam a pele, deixando-a sem tônus, viço e vulnerável às alergias e ao surgimento de linhas de expressão. A pele possui naturalmente uma película protetora chamada manto hidrolipídico, que contém quantidades balanceadas de água, óleo e sais, necessários para a pele desempenhar de forma eficaz todas as suas funções biológicas, além de proteger o organismo contra o frio, calor e poluição.

"Essa película precisa ser mantida diariamente com o uso de potentes hidratantes, géis ou loções. O vento frio, assim como os raios ultravioleta, a destrói", afirma o especialista. Para não perder a saúde e beleza da pele e suas propriedades protetoras, o cosmetólogo sugere que a sua nécessaire de inverno esteja recheada de cremes e loções de hidratação profunda.

Para garantir que a pele do seu rosto passará intacta pele tempo frio é imprescindível que uma boa limpeza seja feita. Produtos ricos em vitaminas E possuem propriedades nutritivas que proporcionam uma suavidade e maciez à pele. Lembre-se que tonificar a pele também é muito importante, pois equilibra o pH e remove os resíduos dos produtos usados anteriormente. Agora é hidratar com o creme ou gel específico para o seu tipo de pele.

No inverno o filtro solar não deve continuar a fazer parte da sua rotina diária. "É importante lembrar que, mesmo nos dias mais nublados, deve-se usar o protetor solar diariamente, pelo menos a cada duas horas. Os raios UVA (energia fria) também têm alto poder de destruição das células, além de causar o envelhecimento cutâneo", explica o Cosmetólogo.

Por Paula Perdiz

Comente