Preenchimento com hidroxiapatita de cálcio

enchimento com hidroxiapatita de cálcio

O preenchimento suavizou as linhas ao redor da boca. Foto Reprodução Radiesse

Quando se fala em rejuvenescimento da pele e preenchimento, uma das substâncias mais usadas é o ácido hialurônico. Entretanto alguns dermatologistas já adotaram outros componentes, como a hidroxiapatita de cálcio.

Não se assuste com o nome. Ele nada mais é do que um composto de micro esferas em gel feitas de fosfato e cálcio. Aplicado desde 2007 nos Estados Unidos com o nome comercial de Radiesse, o produto veio para o Brasil no ano passado e começou a ser usado em consultórios depois da aprovação da Anvisa. Segundo Gabriela Casabona, dermatologista especializada em laser e cosmetologia, a hidroxiapatita é um componente seguro e eliminado pelo organismo através da urina, mas necessita de uma boa capacitação por parte dos especialistas para ser usado, por isso ainda não é algo freqüente nos consultórios.

"É usado para correção de sulcos da face, bigode chinês (marcas próximas do nariz e canto da boca), e ainda para suavizar as linha de marionete (marcas entre o canto da boca e queixo), além da pele que se acumula ao lado do queixo, o que dá uma aparência de buldogue", explica.

Uma das suas principais vantagens é a durabilidade. Enquanto o efeito estético do ácido hialurônico permanece entre nove meses a um ano, com a hidroxiapatita de cálcio os resultados se estendem por até dois anos, uma das razões é que ela também estimula a produção de colágeno.

Preenchimento com hidroxiapatita de cálcio

A técnica ajudou a suavizar o bigode chinês. Foto Reprodução Radiesse

"São poucos os casos que precisam de correção nesse intervalo. E logo na segunda sessão não é necessário usar tanto produto quanto na primeira". Segundo Casabona, a aplicação da hidroxiapatita é subcutânea, ou seja, feita após a primeira camada da pele, o que não causa ardência e não é tão dolorida quanto o ácido. Antes do procedimento é usado apenas uma pomada anestésica. Geralmente, para cada aplicação é usado até 40% menos do produto se comparado ao ácido hialurônico. O custo, entretanto, é até 60% superior, varia entre R$1800 a R$2500.

A aplicação é feita no consultório em até meia hora. Se for feita nas mãos, Gabriela indica não massagear o local nem fazer esforços repetitivos, como dirigir longas distâncias, digitar e pintar. Durante o procedimento existe a possibilidade de os grãos se espalharem por debaixo da pele, o que não fica aparente, mas palpável. Mulheres com lúpus e problemas reumáticos podem ter reação ao produto.

Em muitos casos, os exercícios físicos não são indicados para que se evite a transpiração e contaminação no local. O produto não pode ser usado muito próximo da boca, testa e olhos.


Lembrando que preenchimento e aplicação de toxina botulínica não significam a mesma coisa, pois o botox tem a função de paralisar o músculo e diminuir as rugas. Dessa forma, no caso do "bigode chinês", ele não dá volume, como nas aplicações com ácido ou a própria hidroxiapatita.

Por Juliana Lopes

Comente