Pele sem manchas

Quem sofre com manchas no rosto, sabe como são difíceis de eliminar. A mais nova e eficiente opção é a infiltração intradérmica (injeção sob a pele) de ácido tranexâmico, capaz de melhorar a despigmentação do local. Doze aplicações, feitas uma vez por semana, melhoram muito a coloração da pele.

Melasma é um escurecimento da cor da pele que ocorre em áreas expostas ao sol. Acomete todas as raças, sendo mais freqüente em mulheres. As causas principais são a gestação, uso de anticoncepcionais (por aumento dos hormônios estrógeno e progesterona), fatores genéticos ,raciais e exposição solar, entre outros.

O melasma ocorre em até 75% das gestantes. Geralmente tem início no segundo trimestre da gestação, sendo mais comum em mulheres da raça negra. Os locais mais comuns do aparecimento das manchas são: centrofacial (63%), malar e o mandibular. O tipo mais comum é o melasma epidérmico (mais superficial e mais fácil de tratar), O tipo dérmico (mais profundo na pele) e o tipo misto (tem partes epidérmicas e partes dérmicas), são mais difíceis de tratar. O diagnóstico da profundidade do melasma é feito utilizando-se a Lâmpada de Wood, uma espécie de luz negra.

As manchas costumam desaparecer completamente em prazo de até um ano após o parto, mas até 30% das pacientes evoluem com alguma seqüela da mancha. O quadro é mais persistente em mulheres que fizeram uso de anticoncepcionais orais e nos melasmas dérmicos. O tratamento inclui fotoproteção, bem como evitar a exposição solar exagerada. Fórmulas com corticóides, hidroquinona e tretinoína podem ser utilizadas no pós-parto e pós- amamentação


Em casos em que as manchas não desaparecem é indicado o tratamento com o ácido tranexâmico. "O ácido é diluído em soro e injetado no local para inibir a reação inflamatória da pele, a técnica é realizada com anestésico tópico, para diminuir o desconforto das picadas. O rosto fica vermelho por 15 minutos, porém não descama. Indico 12 sessões, uma por semana, sendo que o resultado aparece a partir da terceira, conta ela. A manutenção deve ser realizada através do filtro solar de dia e creme com ácido retinóico ou vitaminas C ou E à noite.

A Dr. Daniela Graff é dermatologista, colunista sobre saúde da pele.

Comente

Assuntos relacionados: pele manchas gestantes melasma manchas no rosto