Peeling de Ostras ameniza os efeitos do sol

Peeling de Ostras

Foto - Clínica Pazos

Quem adora praia não tem jeito, as manchinhas de pele são inevitáveis. Para amenizar os efeitos do sol muita gente recorre à limpeza de pele, mesmo que deixe a pele um pouco avermelhada no primeiro dia.

Mas já existem no mercado peelings que evitam esse efeito “colateral” na pele. Um deles é o Peeling de Ostras. Desenvolvido e aplicado na França, o dermocosmético induz à renovação celular de maneira saudável através de ação e reação direta em membranas celulares e estímulos protetores de DNA.

“O tratamento é inovador, pois além de revitalizar a pele, o cliente não precisa se preocupar, pois seu rosto não fica irritado, com vermelhidão e muito menos escama com o passar do tempo. O processo envolve esfoliação profunda e é recomendado para quem deseja também um rosto mais jovial”, garante a dermatologista Fátima Pazos.

Peeling de Ostras

Foto - Clínica Pazos

À base de pó de ostras, algas calcárias e corais, misturada a uma solução com ácidos glicólico, lático e óleos essenciais, a fórmula é clinicamente testada. O processo associa o poder abrasivo de conchas do mar, mais especificamente das ostras, aos ácidos de frutas reforçados.

Antes da aplicação é feita uma limpeza profunda na pele. O produto é aplicado e age por dez minutos. No final da seção é usada uma loção conforme o tipo de pele da pessoa para hidratar. O peeling pode ser feito uma vez por semana, quinzenalmente ou mensalmente, isso varia conforme a necessidade da pele ou se a pessoa toma muito sol. O tratamento não é indicado para peles com acne.

Outro tratamento:

Peeling para estrias

Por Juliana Lopes

Comente