Novidade para o tratamento de manchas

Novidade para o tratamento de manchas

A medicina estética não para de evoluir. Uma das últimas novidades, quando o assunto

são as manchas na pele, é uma técnica super gelada! A crioterapia com histofreezer tem nome difícil, mas solução efetiva. O tratamento usa nitrogênio líquido a baixíssimas temperaturas e resfria a pele, causando leves inflamações que estimulam as células e melhoram seu aspecto.

Segundo o médico Marcelo Bellini, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, essa técnica pode ser usada no tratamento da melanose solar ou manchas (aquelas acastanhadas, pequenas e isoladas que aparecem mãos e rostos) e também para actinica, que são lesões avermelhadas descamativas que podem aparecer no colo, mãos e braços.

O tratamento é rápido e a aplicação, que dura menos de 60 segundos, é feita com uma espécie de spray que contem o produto nas ponteiras de diversos tamanhos. O único problema é a dorzinha desconfortável que causa. “É uma discreta sensação de queimadura leve. Para pacientes sensíveis são realizados anestésicos tópicos”, diz Marcelo. “As manchas primeiramente ficam esbranquiçadas e o tempo de congelamento é controlado pelo médico. Depois disso, ficam avermelhados e formam a tal casquinha”, completa.


Como a maioria dos tratamentos do tipo, o processo precisa de manutenção. “É feita uma reavivação depois de 30 dias que podem chegar a três sessões. As lesões melhoram e os pacientes devem apenas tomar cuidado com os raios solares”, alerta. Segundo Marcelo, o preço de um tratamento do tipo varia de R$ 200 a R$ 500 e ele pode ser feito em todo tipo de pele.

Por Sabrina Passos (MBPress)

Comente