Melhore a sua pele com uma boa noite de sono

Melhore a sua pele com uma boa noite de sono

Muita gente não sabe, mas, além de descanso e disposição, uma boa noite de sono pode proporcionar uma melhora na pele. "Durante o sono temos ação reparadora, isto é, toda desintoxicação acontecerá em maior escala. É o período que temos produção de colágeno, regeneração celular e revitalização da pele", afirma o dermatologista Marcelo Bellini, da Clínica Corpo em Evidência, em São Paulo.

Os hormônios liberados durante o sono agem de várias maneiras benéficas. O hormônio do crescimento - o GH, por exemplo, é responsável por renovar as células mortas do corpo. "É durante o sono que ocorre maior liberação do hormônio GH, que é muito importante para estimular a renovação/eliminação celular", afirma Marcelo.

Segundo a dermatologista Danila Tamiguchi, professora de dermatologia da Faculdade de Medicina do ABC, essa renovação é como se fosse uma esfoliação natural na pele, proporcionando, portanto, mais saúde e hidratação.

"O que o corpo produz durante o sono é suficiente para suprir a necessidade do organismo. O uso indiscriminado do GH pode potencializar o crescimento de um tumor, por exemplo", alerta a dermatologista Meire Gonzaga, de São Paulo, em relação ao hormônio utilizado em "bombas" tomadas por atletas e fisiculturistas.

Outro hormônio que beneficia a pele é a melatonina. Segundo Danila, ele tem ação antiradicais livres, ou seja, antienvelhecimento. Esse hormônio é produzido à noitinha, portanto, dormir cedo é uma boa pedida para mantê-lo nos níveis adequados.

Além disso, com o corpo relaxado, os vasos sanguíneos se expandem e propiciam uma melhora na circulação sanguínea. Segundo Meire, uma boa noite de sono proporciona uma drenagem linfática natural - por conta dessa melhora na circulação, o que deixa a pele menos inchada e regenerada.

A falta de sono também aumenta a atuação da adrenalina, e, consequentemente, aumenta o cortisol - hormônio ativado pelo estresse. Uma boa noite de sono relaxa o corpo e diminui o cortisol o que ocasiona um benefício para a pele. "Este hormônio reduzido diminuirá a produção de oleosidade e teremos melhora da hidratação da pele", relata Marcelo. Caso contrário, o resultado pode ser desastroso. "O excesso de cortisol pode provocar olheira - por conta da retenção de líquidos - e deixar a pele mais propensa a manchas e mais ressecada", afirma Danila. "O cortisol, em doses adequadas, pode, sim, beneficiar a pele. Em desequilíbrio, além da alteração da pele, o cortisol pode provocar alterações no metabolismo, diabetes e diversos outros problemas de saúde", completa.

A fórmula mágica para que todos esses hormônios funcionem em seu benefício? "Respeitar o sono", diz Danila. Claro que você não pode levar para o lado extremo e achar que uma "sonoterapia" te deixará linda sempre. Segundo a especialista, existem várias fases da produção de hormônios que são feitas durante o sono. "O ideal é dormir de 7 a 8 horas por noite", afirma.

"Durante o sono as formulações que contenham substâncias revitalizadoras, regeneradoras, estimuladoras da produção de colágeno, nutrientes são essenciais, pois com a renovação celular que ocorre durante o sono as células precisarão de substâncias para gerar células íntegras e saudáveis o que resulta em pele revitalizada", afirma Marcelo.


Portanto, aproveite as dicas e bons sonhos.

Por Tissiane Vicentin (MBPress)

Comente