Lipoaspiração sem polêmicas: saiba por que a cirurgia é segura

lipoaspiração

Foto - Shutterstock

O Brasil se tornou o país que mais realiza cirurgias plásticas, de acordo com a última pesquisa realizada pela Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica (ISAPS). Entre os procedimentos mais realizados pelas brasileiras está a Lipoaspiração, que cresceu 129% entre 2007 e 2011, segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Embora seja a intervenção mais realizada, por que a Lipoaspiração ainda causa polêmicas e dúvidas? Para o diretor clínico da clínicas de cirurgia plástica Dream Plastic, Fabrício Veloso, as polêmicas acontecem, pois ainda há dúvidas que cercam o procedimento e seus resultados.

"A lipoaspiração é um procedimento que atua na remoção de excesso de tecido adiposo, aperfeiçoando o contorno corporal. Essa cirurgia só deve ser realizada após avaliação médica e é indicada para pessoas saudáveis e relativamente magras.", explica.

Vale ressaltar que, além das condições favoráveis, o paciente também deve ter pele firme e tônus muscular em boas condições, ter mais de 18 anos, além de realizar o procedimento em hospitais e com uma equipe médica capacitada, com membros reconhecidos pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. "Uma vez respeitados os fatores citados, os riscos são significativamente minimizados", afirma Veloso.

Um engano muito comum, segundo Veloso, que também contribui para as polêmicas que envolvem a lipoaspiração, é acreditar que essa emagrece, quando na verdade o objetivo da cirurgia é a simples remoção de gordura localizada, que não é eliminada com dietas e atividades físicas. "Desta forma, a polêmica ou as dúvidas que permeiam o procedimento vem justamente das pacientes que se frustram com o resultado desse tipo de cirurgia por distorcerem o real intuito da lipoaspiração", afirma.

O procedimento pode ser seguro, se respeitado todos os limites existentes para a cirurgia. Existe um limite de volume de gordura a ser removido, estipulado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. "Somente 5% do peso ideal em volume total de gordura podem ser removidos cirurgicamente. Isso significa que pessoas muito acima do peso dificilmente obterão resultados satisfatórios", finaliza Veloso.


Por Vila Mulher

Comente

Assuntos relacionados: corpo cirurgia plástica lipoaspiração