Latisse: saiba como aplicar

Latisse saiba como aplicar

A chegada o Latisse por aqui deixou a mulherada super animada com a possibilidade de ficar com os cílios longos e volumosos. Mas, o produto pode ser usado por qualquer pessoa, ele é aplicado facilmente? Eu preciso ir ao consultório para fazer a aplicação? O procedimento é dolorido?

Para quem não conhece, o Latisse é um alongador de cílios que possui como ingrediente ativo o bimatoprost, um composto derivado de ácidos graxos, que se ligam a receptores nos cílios e podem estar envolvidos no desenvolvimento e crescimento de folículos pilosos.

"O Latisse, já aprovado para comercialização, tem a finalidade de promover o crescimento de novos cílios, bem como o aumento do comprimento e da espessura, além de escurecê-los. O Latisse também pode ser utilizado em pacientes que perderam os cílios com quimioterapia", esclarece a dermatologista da Clínica La Liq, Melissa Falcão.

Ela ainda explica que os resultados podem ser constatados já nas primeiras quatro semanas de uso. No entanto, a dermatologista faz um alerta: "É imprescindível uma avaliação médica para a prescrição do medicamento e acompanhamento do procedimento". O Latisse é contraindicado a pacientes com qualquer tipo de doença oftalmológica, gestantes ou em fase de amamentação, se falar que a aplicação dever feita sob orientação de um médico dermatologista, pois o contato do produto com a pálpebra inferior pode causar manchas", disse Melissa.

Quer saber como é feito o procedimento? O Latisse á aplicado com o auxílio de um pincel (de uso único) fornecido no pacote, uma gota do produto é aplicada na base da margem superior da pálpebra, evitando o contato com a pálpebra inferior, pois pode ocorrer o escurecimento dessa região. Os resultados já aparecem a partir do primeiro mês de uso, mas o indicado é o uso por 16 semanas, dependendo da prescrição médica.

Para quem acha que o Latisse é um substituto do rímel, não, ele não funciona no lugar da máscara. O produto é um tratamento para pessoas com cílios curtos ou com pouco volume, além de ser preciso uma prescrição médica para seu uso.

Por Paula Perdiz

Comente