Lasers para recuperar a pele dos efeitos do sol

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
SOS pele pós verão

Durante o verão, as pessoas querem garantir um belo bronzeado para o corpo, mas essa exposição excessiva e desprotegida aos raios solares podem causar envelhecimento precoce da pele, indesejáveis manchinhas, pintas ou sardas e até o câncer de pele.

A estação mais quente do ano já acabou, e este é o melhor período para "correr atrás do prejuízo" e tratar da pele danificada. Assim, para driblar tais danos, muitas mulheres vêm recorrendo aos benefícios de alguns procedimentos estéticos feitos a laser para recuperar a cútis e obter uma pele lisinha, bonita e saudável novamente.

Existem diversos tipos de laser encontrados em clínicas de beleza e estética para tratar de manchas, rugas, linhas de expressão, eliminar cicatrizes provocadas pela acne e ainda apagar as estrias de várias regiões do corpo. E esse mercado não pára de crescer.

Conheça duas novidades em laser aprovados pelas dermatologistas:

Ponteira Elektra: este é o novo modelo desenvolvido pela Harmony e trata da cútis opaca e com rugas. É um laser de alta potência e extremamente versátil que serve também para estrias, melasmas (manchas acastanhadas na pele, principalmente de mulheres morenas), lesões vasculares, olheiras e rugas. "Ele estimula a produção de colágeno, além de rejuvenescer a pele que está fototenvelhecida. Pode ser utilizado em qualquer tipo de pele", explica a dermatologista Carla Vidal, membro efetivo da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD) e da American Academy of Dermatology.

Segundo a especialista, na primeira sessão é notório o clareamento da melasma e da olheira. "Em três sessões a pessoa obtêm o resultado desejado", informa ela. "O Elektra é um laser fracionado ablativo (trata pequenas frações de pele), permitindo que você retorne às atividades normalmente", completa Carla.

Fraxel Repair: trata-se de um laser de CO2 fracionado que é indicado para quem possui diversos graus de rugas. Além do rosto, ele pode ser usado no pescoço, colo e mãos. "O Fraxel Repair vai estimular o colágeno e fazer uma renovação da pele. Ele é indicado para pessoas com pele mais ressecada e com muitas rugas", relata a dermatologista Daniela Nunes, diretora médica da Slim Clinique (RJ).

De acordo com a dermatologista, este laser não pode ser aplicado em pessoas negras, pois o pigmento desse fototipo de pele vai interagir com o laser e poderá provocar manchas. Pessoas morenas ou bronzeadas podem realizar o tratamento. "Em média duas ou três sessões são necessárias para se obter os resultados, depende do grau de envelhecimento da cútis e da quantidade de rugas", diz ela. "O Fraxel Repair reorganiza as fibras de colágenos já existentes provocando um skin tightening que vai melhorar a textura da pele", completa.


A especialista afirma que após as sessões, a paciente não pode se expor ao sol durante 15 dias. Ela ainda disse que este laser não é indicado para melasma. Neste caso, o melhor tratamento é o peeling ou o laser Fraxel Dual. "O Repair também não é indicado para acne ativa, apenas para a cicatriz de acne. Para os casos de acne ativa o mais indicado seria o Isolaz", diz Daniela Nunes.

È importante ressaltar que após tratamentos a laser, o uso de filtro solar é indispensável. Para acalmar a pele, a pessoa pode usar cremes cicatrizantes (que serão indicados pela dermatologista) e lavar o rosto com água termal junto com sabonete neutro para os casos de peles sensíveis.

Por Stefane Braga (MBPress)

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente