Exelo2 - novo tratamento contra acne

Laser contra acne

Pessoas que sofrem com acne sempre estão insatisfeitas com sua aparência, por conta dos pontos inflamados, das cicatrizes ou depressões na pele, que podem ficar na face ou outras áreas do corpo, dependendo do grau da acne.

Felizmente, a tecnologia evoluiu e já não é mais preciso estampar no rosto estas indesejáveis marcas. Entretanto, o tratamento da cicatriz de acne exige experiência, técnica e equipamentos de última geração para alcançar os resultados desejados. Entre eles destaca-se o Exelo2, laser com CO2 fracionado (dióxido de carbono), que atua sobre todos os tipos de cicatrizes na pele, inclusive as geradas pelas espinhas.

O laser de CO2 fracionado, do Exelo2, tem atuação na derme profunda, onde estão localizadas as glândulas sebáceas. Por meio de um aquecimento intenso nesta região, estas glândulas diminuem sua atividade de secretar sebo para a superfície da pele, melhorando a seborreia e a acne. Devido a esta atuação, o aquecimento vai promover a formação de um novo colágeno e, consequentemente, a melhora na aparência das cicatrizes da acne.

De acordo com a dermatologista Jucele Bettin, a técnica pode ser aplicada em qualquer região do corpo. "É possível tratar acne do rosto, colo e costas. A diferença é que o rosto, por ter mais anexos pilosos, que aceleram a recuperação da pele, permite que seja feita uma aplicação mais intensa do laser, o que oferece um resultado melhor e em menos tempo", explica. Em média, os resultados podem ser vistos após a realização de três a cinco sessões.

"Como em qualquer procedimento dermatológico, uma avaliação médica é necessária para a aplicação deste método. Para prevenir o aparecimento de acne e, consequentemente, das cicatrizes, é importante fazer limpeza de pele periodicamente e utilizar cosméticos adequados para o fototipo do paciente. Apenas um médico poderá avaliar o tipo de pele e suas necessidades para indicar os melhores produtos", finaliza a dermatologista.

Por Jessica Moraes

Comente