Clareadores de pele funcionam?

Dermatologista explica como cuidar das manchas
clarear-pele

Foto - Shutterstock

Quem tem a pele mais sensível, além de se preocupar em ter mais cuidados, também enfrenta outro problema: manchas. Além da prevenção, há algumas soluções para amenizar o problema, os clareadores de pele. “Existem vários ativos presentes em formulações prontas e também que podemos manipular para obter clareamento das manchas da pele.


Os ativos podem atuar em diversas etapas da melanogênese (nome do processo de formação da melanina da pele), reduzindo as manchas e também a sua formação. É importante também saber qual o tipo de mancha para escolher o melhor produto”, explica Lívia de Andrade Bessa, do Centro Dermatológico Giovanni Bojanini.

Um ativo clareador frequentemente utilizado é a hidroquinona que pode ser utilizada isolada ou associadamente com outros ativos. Porém, a hidroquinona pode ocasionar o surgimento de sensibilidade na pele, coceira, descamação, vermelhidão, ressecamento e outros problemas mais graves (como a ocronose – um tipo de pigmentação definitiva da pele).

Por isso, sempre deve ser ministrada com acompanhamento médico. Lívia explica que existem outros ativos como a vitamina C, ácido glicólico, ácido retinóico, ácido kójico, arbutin, etc. “Sobre tratamentos podem ser feitos peelings químicos (realizado em sessões – número variável. O tratamento remove as células mortas e estimula o crescimento de novas)”, conta.

Alguns tipos de laser também podem ser utilizados. Sempre com acompanhamento médico. “Lembre-se que o uso de filtro solar diariamente é imprescindível para obter e manter os resultados”, diz Livia. Outra medida é evitar receitas caseiras, pois elas não têm eficácia comprovada e podem até piorar o quadro.

Por Helena Dias

Comente

Assuntos relacionados: manchas de pele pele