Bochechas definidas com próteses de silicone

Bochechas definidas com próteses de silicone

Engana-se quem pensa que prótese de silicone é somente para dar volume aos seios ou ao bumbum. Há pessoas que vão além e desfrutam dos avanços da medicina estética para eliminar alguns detalhes indesejados e deformidades em locais inusitados, como bochechas, panturrilhas e braços.

Na maioria dos casos, são motivos estéticos que levam as pacientes a procurarem esses procedimentos. "Essas próteses despertam o interesse do paciente quando os mesmos têm o rosto sem muita forma, como por exemplo, rosto quadrado, ou até mesmo para criar um buraco nas bochechas, como o das modelos", afirma o Dr. Marco Cassol, cirurgião plástico da clínica Stesis. O cirurgião ressalta que a quantidade de silicone aplicado na face é pensada com muito cuidado, para que fique o mais natural possível.

Prótese de silicone nas panturrilhas é outro pedido frequente. Quem não quer ter pernas torneadas para arrasar ao usar vestidos e saias? Os homens também recorrem às cirurgias para ter pernas e braços com aparência musculosa. Eles preferem aplicar na região dos bíceps, criando aquele volume másculo!

Nem todos os procedimentos podem ser realizados na clinica. Por motivos de segurança, alguns deles são ser feitos obrigatoriamente em hospitais. O Dr. Marco explica: "As aplicações de botox, podem ser feitas em consultório. Já a inclusão de próteses de silicone nas panturrilhas, coxas, bíceps, tríceps e peitoral para os homens e de mama para as mulheres devem ser feitas em ambiente hospitalar".

A quantidade de silicone varia dependendo da região em que será inserida a prótese. "Nos bíceps e tríceps podemos colocar volumes que vão desde 80 a 125 ml. Nas panturrilhas o volume vai de 85 a 180 ml", esclarece o cirurgião. O pós-operatório exige alguns cuidados. "Nas inclusões de próteses em lugares como coxas, panturrilhas, bíceps, tríceps, entre outros, os cuidados devem ser redobrados, como por exemplo, o uso de malha cirúrgica e muito repouso", recomenda o Dr. Marco Cassol.

Um dos cuidados que se deve tomar diz respeito à cicatrização. O cirurgião alerta: "Todo corte da pele irá resultar em cicatriz, por menor que seja. Tentamos posicioná-las em lugares estratégicos, como dobras da pele, e áreas menos visíveis e escondidas". E lembra: "Existem cuidados especiais que podem potencializar a cicatrização, como evitar o álcool e o fumo, que prejudicam a circulação da pele, não tomar sol nos lugares expostos e sempre utilizar protetor solar."

Dr. Marco afirma que a aplicação no rosto é a mais delicada, devido à grande exposição. "As bochechas devem sempre combinar com o formato do rosto". Pessoas de baixa estatura devem tomar cuidado quanto à quantidade aplicada, já as de estrutura maior podem ousar um pouco mais. "O segredo é ‘menos é mais’, pois assim aumentamos a chance de criar naturalidade", orienta o cirurgião plástico.


"Os preenchimentos na face devem sempre trazer harmonia e proporcionalidade. É nela que encontramos a beleza. Por exemplo, o nariz deve ter uma simetria com o queixo e a testa, na chamada ‘zona T’", finaliza Dr. Marco Cassol.

Por Bianca de Souza (MBPress)

Comente