Benefício do zinco para eliminar as manchas da pele

Benefício do zinco para eliminar as manchas da pel

O inverno é o período ideal para prevenir e se livrar das machas que já apareceram. Para tanto é preciso usar produtos que sejam capazes de reduzir a produção da melanina, responsável pela coloração da pele. Já há algum tempo, a hidroquinona era a opção mais utilizada pelos dermatologistas para clarear as manchas, mas hoje ela está proibida em produtos cosméticos. Esta foi uma decisão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), a exemplo de órgãos regulatórios na Europa, que a vedaram desde 2001. Nos Estados Unidos, ela só pode ser comercializada mediante prescrição médica. Esta substância sempre foi classificada pelos médicos como um clareador excelente, porém, estudos recentes mostraram sua toxicidade e sua relação com alguns tipos de câncer.

Na contramão das proibições, foi publicado no renomado jornal científico Dermatology Surgery um estudo científico mostrando que o sulfato de zinco a 10%, um composto químico cristalino incolor, solúvel em água, é um poderoso antioxidante com propriedade clareadora da pele. "Os antioxidantes são excelentes no combate às manchas, pois são capazes de neutralizar os radicais livres formados na pele, em resposta à radiação solar, além de atuarem na reação de formação da melanina, reduzindo-a. Por isso, a solução de sulfato de zinco surge como uma ótima alternativa, pois melhora em cerca de 50% a área ocupada pelas manchas de pele. E o melhor, sem efeitos colaterais.

Já no estudo realizado no Iraqi Board for Medical Specializations, os pesquisadores realizaram o teste da seguinte maneira: 28 pacientes com manchas foram divididos em dois grupos para fazer a aplicação, durante dois meses, duas vezes ao dia, de um produto contendo sulfato de zinco a 10%, e um produto sem o ativo. Como resultado, cerca de 50% daqueles pacientes que aplicaram o sulfato de zinco obtiveram melhora na escala que mede a gravidade e a área ocupada pela mancha. Estes mesmos pacientes não apresentaram efeitos colaterais e, além disso, mantiveram a melhora três meses após a interrupção do tratamento.


Portanto, os pesquisadores concluíram que o zinco é uma opção inovadora, sem contra-indicações e com resultados que beneficiam aquelas pessoas que se sentem incomodadas pelo aspecto causado pelas manchas. Outro ponto a favor do zinco é o seu baixíssimo custo, quando comparado aos demais clareadores do mercado.Por isso quando consultar seu dermatologista pergunte a ele sobre o zinco, sua pele vai agradecer!

Professor Maurício Pupo - cosmetólogo, presidente do IPUPO Pós-Graduações e coordenador científico da Pós-Graduação e MBA em Cosmetologia do IPUPO. Editor Chefe da CI Cosmetic Ingredients Magazine. Mais sobre o autor em: http://www.ipupo.com.br

Comente

Assuntos relacionados: manchas zinco manchas rosto manchas no rosto