Aparelhos de limpeza facial são eficazes?

Aparelhos de limpeza facial

Clarisonic Mia. Foto/divulgação

Nossa pele merece cuidados diários. Por estar sempre mais exposta, a do rosto exige atenção redobrada. Para ajudar a manter a face sempre limpinha podemos contar com o auxílio de aparelhos específicos para limpeza e esfoliação da pele do rosto. O kit contém uma base e quatro escovinhas para pele sensível, pele normal, para massagem e tonificante e uma para hidratação e esfoliação. Lembre-se: essas peças são de uso individual, não devem ser compartilhadas.

Os fabricantes garantem que os aparelhos proporcionam uma limpeza até seis vezes mais profunda, se comparados à higienização manual. "Eles realmente ajudam na limpeza da pele. Um deles, através de movimentos oscilatórios para frente e para trás (não exatamente circulares), promove uma limpeza mais profunda da pele, ao contrário de apenas lavar manualmente", diz a Dra. Vanessa Metz, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Embora não haja estudos sobre a eficácia do produto, a dermatologista garante que a pele fica mais lisinha após o uso. Sobre a melhor maneira de utilizar o aparelho, Dra. Vanessa diz: "Sempre com a pele já umedecida, com água morna, aplique sabão neutro na espuminha ou escovinha da máquina. E não use produtos esfoliantes", completa. Saiba que alguns fabricantes oferecem aparelhos desenvolvidos para serem usados durante o banho.

É importante ressaltar que esses produtos não são recomendados para todos os tipos de pele. "Sempre pergunte a um dermatologista como deve ser feita a limpeza da sua pele, qual sabão utilizar, quantas vezes por dia e se pode, naquela pele, usar um aparelho elétrico", recomenda a dermatologista. Dra. Vanessa alerta para o fato de que se usados de maneira errada podem causar, inclusive, descamação da pele.

Esses equipamentos promovem apenas a limpeza da cútis, nunca o seu clareamento. Principalmente, são ineficientes quanto à minimização de rugas e pés de galinha. Usá-los por mais tempo do que o indicado pelo fabricante pode resultar em lesões na pele. "Alguns aparelhos vendidos pela internet possuem ainda uma válvula de sucção para extrair os cravos. Isso, além de não funcionar, pode deixar hematomas e até cicatrizes se mal usados", garante a dermatologista.

Para quem deseja experimentar os aparelhinhos, é importante lembrar que a profissional recomenda o uso, no máximo, três vezes por semana. Dê preferência para aqueles dias em que você abusou da maquiagem ou esteve em lugares com qualidade do ar ruim.


"Usar todos os dias pode acabar ressecando a pele ou, pelo contrário, pacientes com tendência a acne podem ainda ter o efeito reverso com aumento da oleosidade", diz Dra. Vanessa. "As glândulas sebáceas ‘entendem’ que não há sebo suficiente para formar a barreira defensora da pele e produzem ainda mais", completa.

Por Bianca de Souza (MBPress)

Comente