Alongamento de cílios: conheça o novo hit de beleza!

Conheça tudo sobre a técnica que permite ter cílios de boneca 24 horas por dia!

Alongamento de cílios fio a fio: novo hit de beleza! Foto: iStock/puhhha

Imagina só ter cílios de boneca 24 horas por dia e - o melhor -  sem precisar usar a dobradinha curvex + várias camadas de rímel?! Parece até propaganda enganosa, mas é só a mais nova modinha entre as antenadas de beleza: alongamento de cílios fio a fio. Você conhece? O VillaMulher  te explica tudo sobre o mais novo hit de beleza!


O alongamento de cílios é um procedimento estético que alonga e preenche os fios. A aplicação é feita em cima de seus cílios naturais, onde a esteticista aplica fio por fio de cílios falsos -  que normalmente apresentam três tipos: os sintéticos, os de seda e os de vison (mink). Já os tamanhos variam de 6 mm a 17 mm.

Os de seda e os sintéticos são os mais utilizados por apresentarem um preço mais acessível. Já os de mink, que dão um efeito super natural e de "pluma" por serem levinhos, são hipoalergênicos e um pouco mais caros que os convencionais.

Depois que você escolheu o tipo, tamanho e espessura de seus cílios, é hora de colar! Os cílios são aplicados com uma cola especial, semipermanente, que não irrita a pele e nem danifica os cílios naturais - lembrando que é sempre importante testar a cola e perceber a reação do organismo em relação às alergias.

Agora que você tem cílios de boneca, precisa mantê-los. Se os cuidados forem corretos, dura cerca de dois meses e a recomendação é de retoques a cada 30 ou 60 dias. Para que eles durem este tempo previsto, não é recomendado usar curvex e  rímel à prova d'água - apenas uma leve camada da máscara comum. 

Também não é aconselhado esfregar ou mexer muito nos cílios.O resultado do alongamento de cílios é de um olhar aberto e ultra feminino, sendo um poderoso aliado para a beleza. Muitas mulheres que possuem os olhos caídos e/ou poucos cílios podem se beneficiar da técnica - que é removível e não apresenta danos à saúde. 

Por Lívia Duarte

Comente