A Base de tudo!

Muita gente não gosta de usar base dizendo que fica “forte de mais”, mas está aí um grande engano. Existem tantas bases por aí e o segredo vem de novo, a cor!

A base é liquida sempre. Os produtos que são compactos têm outro nome e outros componentes na sua composição. Eles também podem ser usados com a base da maquiagem, mas de uma forma totalmente diferente.

A base líquida tem como objetivo disfarçar as imperfeições dando a pele aquela impressão de perfeita, sabe? Como passar a base toma mais tempo, não é necessário usá-la diariamente, mas se quiser, pode ficar a vontade. Vão aí algumas dicas:

Base líquida

- Coloque uma pequena quantidade no dorso da mão oposta. Se for aplicar com a mão direita, coloque no dorso da mão esquerda. Com a esponja ou pincel, comece a passar do centro do rosto para as laterais, espalhando bem, porém sem esfregar. A base é para ser aplicada na pele delicadamente. Vale dizer que eu prefiro usar o pincel por causa do acabamento, mas a esponja é mais fácil para o dia a dia.

- Cuidado nas áreas da pele em que você já aplicou o corretivo, o objetivo aí é misturar os dois e não tirar o corretivo com a esponja da base.

- Finalize atentamente junto à raiz do cabelo, perto da orelha, olhos e nariz. Toda a cobertura da base tem que ser fina e não deve ter diferença entre o rosto e o peito. Depois disso, sua pele está linda e preparada para colocar as cores que quiser...

Confira as dicas para cada tipo de pele:

Pele Seca: Base cremosa, líquida ou pan-stick

Pele Oleosa: Mousse, base líquida, compacta (pan-cake, duo-cake)

Pele com Rugas: Base hidratante ou bisnaga (sem pó na composição)

Pele Normal: Qualquer tipo de base.

Fê Guedes, colunista do Vila Batom, é make artist e hair stylist. Uma apaixonada pela transformação e a beleza que todas temos a ser explorada! Email: feguedesmakeup@gmail.com/ Blog Make Up - http://feguedes.wordpress.com

Comente