Tratamentos noturnos para a pele e os cabelos

Tratamentos noturnos para a pele e os cabelos

Foto: Ghislain & Marie David de Lossy/cultura/Corbis

Já pensou acordar ainda mais bonita, todos os dias? A falta de tempo da mulher moderna não tem mais desculpas. Pelo menos para o mercado de cosméticos, que resolveu dar uma mãozinha para esse novo perfil de consumidoras. A indústria desenvolveu produtos que agem à noite, enquanto as donzelas dormem.

tratamentos para o corpo e até para o cabelo. São cremes noturnos que estimulam a renovação celular enquanto o corpo repousa, tratamentos capilares que complementam a limpeza diária e a ida esporádica aos salões de beleza e até aumentam a circulação sanguínea.

Durante o sono, a pele trabalha a nosso favor, atuando na reparação e regeneração dos efeitos causados durante o dia, como a poluição, o envelhecimento, a agressão do sol e do frio, entre outros. Segundo dermatologistas, é como se, durante o dia, "gastássemos" a pele; e, à noite, ela aproveita para se renovar.

Por isso os tratamentos à noite são tão indicados. A pele está mais receptiva aos ingredientes ativos, suamos menos e temos melhor aproveitamento e absorção dos produtos.

Veja como aproveitar cada tratamento, na calada da noite, para deixar pele e cabelos mais bonitos.

Hidratação dos cabelos

Os tratamentos de ação noturna, em forma de máscara ou leave-in, devem ser aplicados nos cabelos secos ou levemente úmidos antes de dormir. Não é necessário enxaguar ao acordar, porque geralmente o produto é totalmente absorvido pelo cabelo e não mancha as roupas de cama. Uma pequena quantidade já é o suficiente para ser aplicada do comprimento às pontas, parte geralmente mais danificada.

As dicas são produtos com vitamina B5, manteiga de karité, ação emoliente, hidratante e regeneradora, que conferem mais resistência aos fios. O óleo de argan também é indicado, afinal, é um potencial hidratante. Vale frisar que esse método não substitui o xampu, o condicionador, leave-in ou máscara, apenas funciona para melhorar ainda mais a ação desses produtos.

Pele hidratada

Antes de escolher o seu tratamento noturno à pele prefira os produtos com ácido salicílico, que controlam a oleosidade e evitam o aparecimento de espinhas. Quem tem rugas e manchas pode tentar cremes com substâncias antioxidantes (vitamina C, por exemplo), que estimulam a produção do colágeno. Eles evitam a flacidez, hidratam e ainda clareiam a pele. Mas fique atenta à idade indicada no produto ou consulte um dermatologista.

Especialistas também aconselham cremes com ácido retinóico (também conhecido como vitamina A) na fórmula. A função é promover a renovação celular, estimular a formação de colágeno, ajudar no clareamento, melhorar a textura e os poros, além de ser o ativo número um para prevenir o envelhecimento. Como algumas peles são mais sensíveis e não toleram bem esse ácido, o uso de seus derivados, tais como o adapaleno, retinaldeído e retinol são mais aceitos.

Ainda não está convencida que os cosméticos noturnos fazem efeito? Veja mais essas dicas da dermatologista da Associação Nacional de Dermatologia, Flávia Ravelli.

1. Nesse período, dá para usar produtos mais potentes e com maior concentração de componentes químicos que podem agir por mais tempo (no rosto, corpo ou cabelo).

2. Usando-os à noite você evita reações, como irritação da pele, vermelhidão, queimaduras ou ardência, causados por fatores externos, como vento, sol, poluição ou luz artificial.

3. Enquanto você dorme, a circulação do sangue aumenta, fazendo com que os cosméticos aplicados sejam absorvidos com maior rapidez do que durante o dia.


Por Natália Farah

Comente