Máscara de ouro previne o envelhecimento da pele

mascaraouro

Foto - Shutterstock

Não é só nas joias e acessórios que ele está presente. O ouro tem sido utilizado também para tratamentos dermatológicos e estéticos, como a máscara de ouro. O motivo? Esse metal precioso tem o poder de deixar a pele firme, hidratada e iluminada.

A máscara de ouro é usada nas melhores clínicas do país e pode ser utilizada por homens e mulheres. Uma das vantagens é que ela ajuda a diminuir os danos causados pela exposição a fatores externos entre eles: poluição e baixa umidade do ar, muito comum no outono e no inverno.

"As baixas temperaturas afetam a camada lipídica de proteção da pele e isso a deixa desprotegida e desidratada. A aplicação da máscara de ouro vai regular o equilíbrio da água na epiderme e, com isso, estimula a hidratação local", esclarece o médico dermatologista, Dr. Amilton Macedo , com prática em oxidologia.

Outro benefício da aplicação da máscara de ouro é que ela atua diminuindo os efeitos da passagem cronológica dos anos, reduzindo linhas e rugas finas. "A função da máscara de ouro é repor os minerais e vitaminas que são perdidos no decorrer dos anos. Além disso, o ouro estimula a produção de colágeno e elastina, prevenindo a fragilização generalizada, que é quando a pele está menos resistente e mais resseca", descreve Macedo.

Dessa forma, a pele recebe um efeito lifting com um toque de luxo e sofisticação. "Como a máscara melhora a hidratação, ela protege a pele sensível, melhora o tônus, a textura, esconde as imperfeições e protege-a contra a evaporação de água, evitando assim a entrada de micro-organismos contra e o seu ressecamento", esclarece o especialista.

Em média, a máscara deve ser aplicada a cada quinze dias ou uma vez por mês. Entretanto, é sempre bom ter uma avaliação de um dermatologista para saber de quanto em quanto tempo é necessário realizá-la.


Por Vila Mulher

Comente

Assuntos relacionados: ouro máscara facial tratamento facial lifting