Fique bronzeada de forma saudável

Ainda estamos na primavera, porém em algumas regiões do Brasil a sensação é de verão! Saiba como evitar problemas de saúde e manter o bronze
bronzeado-saudável

Proteja-se da insolação e das queimaduras de sol! Foto - Shutterstock

Sol é sinônimo de muito calor, roupas frescas e marquinha de biquíni. Há quem adora aproveitar esse período de primavera e verão para poder ficar bronzeada, mas muitas vezes isso significa exagerar na dose e ficar horas no sol para queimar mais rápido.


E esse é um dos principais erros de quem quer ficar com a cor da estação. O que muitas mulheres não entendem é que, por mais bonita que a cor seja, ela é na verdade uma defesa da pele para se proteger contra os raios ultravioletas. “A melanina ali depositada ajuda na proteção da pele, por isso o mais prejudicial em um bronzeado é a exposição aguda, ou seja, em um único dia você ficar exposta por horas consecutivas e sem fotoproteção”, explica a dermatologista Thaís Jerez.

“Essa prática inclusive aumenta a chance de surgimento de câncer de pele”, alerta a médica. Portanto o bronzeado deve ser algo gradativo.

O primeiro cuidado que se deve ter, então, para conseguir um bronzeado saudável é: não esquecer o protetor solar. “Oriento sempre o uso de um filtro solar com FPS acima de 30. E, o mais importante, que seja reaplicado a cada 2 horas”, afirma Thaís.

Vale lembrar também que os raios mais nocivos incidem entre às 10h e às 16h - fuja da exposição solar nesses horários. A especialista também ressalta que na praia o cuidado deve ser redobrado, porque “a exposição aos raios ultravioletas são maiores devido ao reflexo desses raios na areia”. Então, fique esperta!

Além disso, Thaís recomenda o uso de bonés e chapéus - principalmente porque o couro cabeludo é uma área sensível e que você dificilmente vai passar protetor solar!

A dermatologista lembra ainda que atualmente existe disponível no mercado uma gama de vestimentas e acessórios que possuem filtro solar já na fabricação dos tecidos, o que dá um “up” a mais na proteção. Vale a pena procurar.

Os autobronzeadores também são uma ótima alternativa para pegar aquela cor sem se preocupar em estar prejudicando a sua pele. “Essa é a forma mais saudável de se bronzear”, afirma Thaís. “Oriento minhas pacientes a fazerem uma leve esfoliação da pele antes de se submeter ao procedimento. Aplicar o produto com uma luva e procurar espalhá-lo de uma forma homogênea. O bronzeado é obtido por uma oxidação do produto frente ao contato da pele, sem gerar nenhum malefício às células dérmicas e epidérmicas”, explica.

De acordo com a dermatologista existem, inclusive, protetores que possuem em sua composição a mesma substância que encontramos nos autobronzeadores, o que ajuda a chegar mais rapidamente à cor desejada sem problemas.

E fuja dos bronzeadores. “Eles contêm óleo em sua composição, que permite uma maior penetração dos raios ultravioletas na pele. Ou seja, a agressão é ainda maior, e sem proteção. A indicação é nao utilizá-los”, afirma a dermatologista.

Já pegou aquela cor e quer mantê-la por mais tempo? Então a dica é caprichar na alimentação.

Aposte em alimentos ricos em betacaroteno, como cenoura e mamão.

Se quiser combater o envelhecimento, invista em alimentos ricos em vitamina C e vitamina A, que possuem uma ação oxidante. “Eles auxiliam na formação no nosso colágeno, deixando a pele mais firme e sedosa”, afirma a dermatologista.

Depois dessas dicas, só resta colocar a roupa de banho e aproveitar o melhor dessa época do ano!

Comente