A depilação íntima para cada tipo de pele

depilaçãointima

Foto - Shutterstock

Quando o assunto é depilação íntima, a primeira dúvida que aparece é: qual é o melhor jeito de fazer o tipo de depilação na região? Para cada tipo de pele existe um procedimento correto, que vai das lâminas de barbear até os lasers para remoção de pelos. Confira as opções do mercado e veja qual é a melhor para o seu caso:

Lâmina de barbear

É o jeito mais prático e ideal para quem precisar arrumar a situação às pressas. Além de não deixar a pele avermelhada, o procedimento é indolor.

Em compensação, a duração da depilação com lâmina é curta e, em alguns casos, já é possível ver o crescimento dos fios no dia seguinte. Outro ponto negativo é a textura do pelo, que parece ficar mais grosso, já que a lâmina não arranca, mas corta os pelos. A lâmina também pode encravar a região da virilha.

O atrito com as roupas pode provocar aquelas bolinhas que ficam na virilha e que acabam com todo o visual. Para um resultado mais eficaz, procure usar tipos com três ou mais lâminas e abuse dos cremes e espumas auxiliadoras.

Cremes depilatórios

Também indolores e rápidos, os cremes depilatórios são indicados para quem foge dos métodos doloridos, mas tem alergia à lâmina de barbear. O resultado é mais suave do que os cortes com as lâminas e rápido - os produtos prometem mandar os pelos embora em até 5 minutos.

Como é uma química que faz com que os fios caiam da pele, a opção também pode gerar alergia. Por isso, antes de aplicá-lo, faça um teste e use os produtos específicos para virilha - são menos agressivos. O item positivo é que os riscos alérgicos diminuem, já que existem opções para todos os tipos de peles (sensíveis, com aloe vera, etc.). Assim como a lâmina, os cremes depilatórios têm curta duração. Os pelos podem voltar em até dois dias.

Ceras

A cera é indicada para quem quer um resultado de longa duração. Apesar da dor, as ceras quentes e frias são indicadas para a região da virilha. Isso acontece porque o método tira os fios desde a raiz, dificultando o crescimento dos mesmos.

Ao contrário das demais opções, o pelo tende a crescer em menos quantidade e mais suave - claro, quando existe uma frequência na retirada de fios. O mercado tem várias opções naturais que podem ser usadas em casa: com base de mel para diminuir pelos encravados, maracujá para pelos finos, alga marinha para mais grossos, etc.

Para quem quer praticidade, a cera fria é a melhor opção (mas, conselho: dói muito). Para quem quer um resultado anti-inflamatório, as do tipo quente são as mais indicadas. Os profissionais do ramo conseguem fazer a depilação de um jeito que cause menos dor, mas com muito treino é possível realizar em casa. O máximo de duração de uma depilação com cera são 30 dias.

O problema da cera é que o processo é lento e o resultado fica realmente bom depois de, pelo menos, 5 horas. A pele fica avermelhada e muito sensível. Nestes casos, é indicado usar cremes refrescantes. Ah! Vale lembrar que, apesar de ser natural, a cera pode provocar alergias na pele também. Por isso, é recomendado que faça um teste na região antes de todo o processo.

Laser

Quase definitivo, o laser é doloroso e também é o método que tem o preço mais salgado de todas as opções. O lado positivo é que o resultado dura mais que 30 dias, a vermelhidão sai em menos de 30 minutos, a pele não fica sensível e a região fica mais clara - ideal para quem sofre com manchas escuras. O uso do laser para depilação é um tratamento longo que demora cerca de 8 meses para um resultado completo.

Todos os tipos de pele podem passar pelo laser. A pessoa realiza a depilação a cada dois meses e deve ter muito cuidado ao entrar em contato com o sol 3 dias antes e depois da retirada.

O laser é indicado para quem tem muitos pelos ou fios grossos, já que o método também acaba com o crescimento na raiz. Mais intensivo é comum que a região não apresente mais pelos, com o tempo. Apenas profissionais (dermatologistas) podem realizar o procedimento. Procure por lugares confiáveis, faça testes antes e tome cuidado se for realizar o procedimento - quando feito por não-profissionais os lasers podem deixar manchas nas peles.


Por Caroline Sarmento

Comente