Excesso de maquiagem causa inflamação nas pálpebras

Excesso de maquiagem

Olhos bem marcados, com bastante lápis e rímel, mais do que nunca o make será bastante carregado. Quem abusa da maquiagem todos os dias, porque gosta ou porque o ambiente de trabalho exige um visual mais produzido, deve prestar atenção com as inflamações na região dos olhos.

Uma pesquisa realizada pelo oftalmologista Leôncio Queiroz Neto (Instituto Penido Burnier), feita com 126 pacientes na faixa etária de 30 a 45 anos comprovou que a maquiagem pesada faz com que duas em cada 10 mulheres tenham blefarite, uma inflamação nas pálpebras que afeta pessoas com tendência a ter pele oleosa, caspa e secura nos olhos.

Muitas pessoas têm bactérias na pele da base dos cílios por causa da produção em excesso das glândulas sebáceas ao redor da região, essas responsáveis pela caspa e partículas que se forman nos cílios e nas pálpebras. Muitas vezes essas bactérias apenas causam irritações leves, o problema está quando a pessoa sente ardência e a sensação de areia nos olhos, chegando até as inflamações.

Conforme o oftalmologista, as mulheres devem ficar atentas quando há vermelhidão e inchaço na borda das pálpebras. “Outros sintomas da blefarite são a coceira, a queimação e os olhos inchados, visão borrada que melhora depois de piscar e ainda olhos bastante lacrimejados ou muito sensíveis à luz. A inflamação persistente da pálpebra provoca a despigmentação, afinamento e até queda dos cílios”, alerta.

Poluição e tempo seco também contribuem para a blefarite. “No caso das maquiagens, a falta de respiração da pele estimula a proliferação das bactérias existentes na flora da pele e da superfície ocular, umas das causas da doença”. As mulheres também não devem dormir maquiadas nem esfregar as pálpebras vigorosamente.


O tratamento é feito à base de medicamentos, com aplicação de lágrima artificial, corticóide, antibiótico tópico ou em comprimidos, “mas sempre sob supervisão médica”, comenta o oftalmologista.

Para que blefarite não retorne após o tratamento são necessárias algumas medidas:

  • Evite maquiagem a qualquer desconforto;
  • Limpe a pálpebra duas vezes ao dia com solução específica para blefarite;
  • Diariamente aplique nas pálpebras fechadas duas a três compressas quentes feitas com água filtrada;
  • Massageie a pálpebra com movimentos circulares e horizontais duas vezes por semana.
  • Por Juliana Lopes

    Comente