Beleza pura - maquiagem simples e corpos naturais estão em alta!

Beleza pura

Foto: Reprodução FFW

Corpo malhado, maquiagem carregada, horas e horas no salão para arrumar os cabelos, cirurgias plásticas para corrigir imperfeições no corpo e no rosto e tantos outros cuidados que muitas mulheres se submetem para manter a beleza. Mesmo com todos os recursos para cuidar da estética, algumas mulheres ainda preferem manter a beleza natural, usando make leve e até receitas caseiras.

"As mulheres estão optando por maquiagens em tonalidades nude, pois valorizam a beleza das mesmas sem causar exageros. É muito elegante, além de ser muito prática de fazer no dia a dia. Antigamente, existia uma combinação de cores (sombra com o batom), hoje a mulher está muito mais segura e informada em relação à moda. Elas expressam seu estilo mais livremente sem dar tanta importância às velhas regras", afirmou Priscila Delfino, maquiadora e técnica da Taiff/ProArt.

Segundo a maquiadora, os esmaltes de cores claras e até mesmo a base para unhas que era usada antes do esmalte oficial, também esta sendo a escolha de quem prefere ter uma beleza sem tantas vaidades. "A mulher quer chamar atenção para outras qualidades além da sua própria beleza, e ao mesmo tempo elas querem estar bonitas. Isso acontece muito no ambiente profissional. Atualmente, a mulher tem muitas jornadas, trabalha, cuida da casa e dos filhos, tem vida social e ainda tem que estar bonita. Então ela procura as formas mais práticas para isso, sem deixar de lado as tendências da moda", explica Priscila.

E para manter a jovialidade e a pele radiante, nada de métodos invasivos. A tendência é optar por fórmulas naturais e receitas que herdaram da família. Entre elas o tão famoso chá de camomila para eliminar os inchaços do rosto, as rodelinhas de pepino para amenizar as olheiras, azeite no local onde a manicure fez um bife para não inflamar, aveia com mel para remover a acne e até hortelã batida no liquidificador para formar uma pasta e retirar a caspa do couro cabeludo.

Beleza pura

Academia ou dança de salão?

Ao invés de "suar a camisa" na academia, malhando por várias horas para manter o corpão definido e sarado, em busca de atividades que saiam da rotina, a mulherada está optando por um método que a deixa magra, não é sacrificante e é maravilhoso praticar: a dança.

"Algumas modalidades da dança, como balé, jazz, dança de salão entre outros, podem estimular capacidades físicas. A diferença é que a dança envolve ritmo, coordenação motora, expressão corporal e sociabilização, associando música e movimento", explicou Rodrigo Nolasco, professor de educação física e de dança de salão da Escola de Dança Celso Vieira.

O professor explicou que a dança traz sensação de bem-estar, pois envolve música associada ao movimento e expressão corporal e traz ao praticante a sensação de liberdade e vivências diferentes com o corpo. Além de viabilizar a sociabilização e a alegria, fazem com que haja a perda de peso.

"Ritmos da dança de salão como zouk, samba, rock dos anos 60 e forró-baião podem gastar muitas calorias. Modalidades soltas, como street dance, jazz, dança afro e axé, também gastam mais calorias". E ressaltou: "Para aumentar o gasto energético, é importante manter a frequência semanal e aumentar a intensidade da dança, através de um tempo maior dançando, usando músicas com andamentos mais rápidos".

Segundo Vieira, algumas pesquisas demonstram que a prática de dança de salão promove melhora dos estados de ânimo, uma vez que os negativos diminuem e os positivos aumentam. Quanto às capacidades físicas como força, flexibilidade, aptidão aeróbia, também há contribuição da dança, de acordo com pesquisas.

Outros benefícios á saúde é estímulo à coordenação motora, equilíbrio e ritmo. Mesmo com todos os benefícios o professor alertou: "Como qualquer atividade física, é importante o aluno iniciante estar apto à prática de exercícios, comprovada por meio de uma avaliação médica, pois algumas modalidades da dança podem ser tão extenuantes quanto exercícios físicos vigorosos".

Beleza pura

Plástica congela a expressão?

Recentemente, as atrizes Kate Winslet, Ema Thompson e Rachel Weisz criaram "A Liga Britânica contra a Cirurgia Plástica". Para elas, a pessoa não fica sexy e a beleza fica extremamente forçada quando se realiza o procedimento. Esse trio antiplástica é defensor da beleza natural, pois para elas as modificações no rosto congelam a imagem. Mas, até que ponto existe um limite do que é adequado ou não?


Segundo a cirurgiã Flávia Cassado algumas mulheres estão optando por recursos menos invasivos, como o botox, peeling, preenchimento facial ou corporal, entre outros. "Hoje em dia, muitas mulheres optam por esses procedimentos, pois amenizam os sinais de envelhecimento". A especialista citou também que algumas mulheres têm compulsão por fazer correções no corpo e rosto: "A beleza da cirurgia plástica está na arte de harmonizar. Não se pode querer transformar as pessoas, nem ter a pretensão de fazer milagres. Cabe ao profissional analisar os casos individualmente e decidir se há necessidade de cirurgia", explicou.

Flávia ressaltou que qualquer mulher pode fazer uma correção sem modificar as linhas do rosto, desde que escolha o profissional ideal. "Uma cirurgia realizada por um profissional capacitado tem grandes chances de proporcionar um excelente resultado", acrescentou.

Por Stefane Braga (MBPress)

Comente