Vantagens dos cremes depilatórios

Foto: Istockphoto

Os cremes depilatórios podem sim entrar na lista das maiores invenções de todos os tempos. Práticos, eles podem ser carregados na bolsa e usados em qualquer lugar.

Quem já experimentou sabe quanto vale a pena. Basta espalhar o creme na região a ser depilada, que pode ser buço, axila, virilha, perna e qualquer outro lugar do corpo e em poucos minutos não há mais pelos.

Os cremes depilatórios funcionam porque são fabricados à base de substâncias químicas que literalmente dissolvem a haste do pelo, quebrando as ligações químicas que mantêm a sua integridade. A vantagem é que eles vêm com hidratantes na composição, ou seja, a pele não fica áspera como acontece na retirada com lâmina.

Mas como tudo na vida tem seus prós e contras, a parte chata de usar o creme é que não arranca o pelo pela raiz. Assim como acontece quando você usa a lâmina, em poucos dias os pelos aparecem novamente, porém com um toque mais suave, porque, como foram dissolvidos e não cortados pela metade, não "espetam" ao primeiro sinal de crescimento.

Agora, todo cuidado! Escolha bem o produto que você vai usar para evitar qualquer tipo de alergia. A maioria das embalagens vem descritos o modo de aplicação e sugerem o que os dermatologistas orientam: faça o teste do produto em uma pequena área do antebraço para saber se você é alérgica.

Isso porque o principal efeito colateral do cosmético é a dermatite de contato irritativa, que causa ardor e vermelhidão. Ela geralmente ocorre quando se ultrapassa o tempo de contato do creme com a pele.


E fique atenta: nunca aplique o depilatório em outra região que não a especificada pelo fabricante e fique longe de mucosas. Além disso, respeite o tempo recomendado pelo produto.

Passados os minutos indicados na embalagem, lave muito bem o local com água e sabão para que não fique nenhum resíduo do produto. Também é importante evitar exposição solar e o uso de outros cosméticos com substâncias químicas (ácidos, por exemplo) por 24 horas.

Em geral, o tempo mínimo recomendado de intervalo entre as aplicações é de 72 horas para respeitar a integridade da pele e preservar os níveis de hidratação natural da derme. Agora, se mesmo tomando todas as precauções você perceber alguma reação alérgica, lave bem o local com água corrente e procure um dermatologista.

Por Natália Farah