Tratamentos a laser mais procurados

laser

Shutterstock

Utilizado na Medicina desde os anos de 1960, o Laser é atualmente uma das tecnologias mais utilizadas em tratamentos dermatológicos clínicos e estéticos. Pode ser usado para atenuar hemangiomas, promover rejuvenescimento, remoção de pelos, tratamento de flacidez, celulite, redução de manchas e cicatrizes, dentre outras aplicações.

De acordo com a dermatologista da Clínica Ephesus, em São Paulo, Daniela Schmidt Pimentel, a aplicação dos diferentes tipos de lasers possibilitou grande avanço nos procedimentos dermatológicos quando o foco é tratar lesões pigmentadas, vasculares, melhorar a aparência das cicatrizes de acne e cirúrgicas.

"Na área da Dermatologia, os Lasers têm sido cada vez mais utilizados, por serem mais específicos e seletivos que outros métodos mais comuns, pois a luz do laser tem por objetivo atingir um alvo que, na pele, pode ser um vaso ou um pigmento e estimular ali a produção de colágeno novo, proteína que dá sustentação à pele. Existem atualmente várias tecnologias a laser que podem amenizar manchas, retirar vasos, eliminar pelos, tatuagens, recuperar a pele danificada pela ação contínua do tempo e do sol e também na redução de medidas", afirma.

Segundo a dermato existem diversos tipos de laser disponíveis para tratamento de pele, conheça melhor aluns deles:

Luz Intensa Pulsada (LIP) - é uma tecnologia que possui vários comprimentos de onda, sendo indicada no tratamento de lesões cutâneas, além de estimular a produção de colágeno, que previne o envelhecimento.

Radiofrequencia (RF) - é utilizada para combater a flacidez facial e corporal, gordura localizada, celulite e cicatriz de acne, pois age através do aquecimento volumétrico da derme profunda e no tecido subcutâneo. Este aquecimento produz a contração imediata do colágeno e o dano térmico causa reação inflamatória, subepidérmica, estimulando, posteriormente, a síntese de novo colágeno.

Laser Fracionado - é indicado para estimular a síntese e o remodelamento do colágeno, tratando a flacidez, fotoenvelhecimento cutâneo leve, manchas, rugas, cicatriz de acne e estrias.

Criolipólise - é um método que resfria a região a ser tratada até -5ºC, e o organismo responde com ação inflamatória que leva à destruição da célula de gordura. Alguns pacientes podem experimentar um ligeiro desconforto durante o procedimento, enquanto outros chegam a sentir uma leve dor na semana após a sessão. Os resultados aparecem após quatro a 12 semanas.

Laser para remoção de tatuagem - O procedimento é dolorido, por isso se utiliza anestésicos em creme antes de cada sessão ou anestesias locais. Durante o procedimento acorre um ’esbranquiçamento’ do local tratado, como consequência ao aquecimento rápido do tecido, que geralmente se resolve em 20 minutos. Uma nova sessão pode ser realizada a cada quatro semanas, em média", explica especialista.

Daniela ressalta que os tratamentos a laser, assim como qualquer outra terapêutica médica, devem ser feitos por um especialista que saberá identificar as indicações e contraindicações e, assim, conduzir cada caso de maneira eficaz e adequada para alcançar os resultados desejados.

Por Vila Mulher

Comente