Tipos de tratamentos para celulite

Tipos de tratamentos para celulite

A celulite é classificada em quatro graus. Com os abençoados recursos da medicina atual, todos eles podem ser tratados. A dermatologista Dayana Volpato Tha, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, explica que o procedimento é indicado de acordo com a classificação da celulite. "Para os casos mais leves, pode ser fisioterápico, incluindo drenagem linfática, endermologia e exercícios localizados. Todos visam diminuir a estase venosa, melhorando a circulação local e aumentando o tônus muscular".

Para os casos mais severos, podem ser utilizados tratamentos

cirúrgicos. Entre eles está a Subcision que consiste em preencher os furinhos com autocolágeno, dando aspecto liso à pele. É feito sob anestesia local por um médico treinado. "Substâncias à base de ácido hialurônico também exercem essa função", lembra a dermatologista.

Outras opções são os equipamentos com tecnologia de radiofreqüência - Ultrashape, Tripollar e Accent, que visam reorganizar de maneira profunda as fibras de colágeno da pele, melhorando o aspecto de "casca de laranja" que a celulite causa. "Todos estes equipamentos proporcionam bons resultados, porém, devem ser feitos com frequência. No caso do Ultrashape, duas vezes por semana, e o Tripollar e o Accent, uma vez".


Assim como todo tratamento, não adianta pagar caro sem ter disciplina. O cuidado deve ser contínuo. Caso contrário, ela volta! "Manter a dieta e sair do sedentarismo são os primeiros passos. Fazer drenagem linfática semanalmente ou manutenções mensais com os equipamentos de radiofrequência também podem ser armas valiosas", orienta Dra. Dayana.

Por Juliana Falcão (MBPress)

Comente