Protetor solar para pele oleosa

Qual é o melhor?
pele oleosa

Foto: Michael A. Keller/Corbis

Essa é para as pessoas com pele oleosa que se descuidam do protetor solar. Sabia que o clima úmido e as temperaturas elevadas no Brasil favorecem a oleosidade da pele? Em cidades onde os termômetros passam dos 30°C com facilidade, a proteção solar contra os raios ultravioletas é mais que necessária para pessoas com pele oleosa.

Na atualidade, não é tão difícil encontrar produtos para donos de pele oleosa, que conhecem bem o incômodo do brilho na cútis e o suor em excesso, especialmente em dias bem quentes.

Uma pesquisa de uma grande marca de cosméticos com mais de 1,5 mil mulheres comprovou que pelo menos 56% das brasileiras tem a pele oleosa. A consulta com um dermatologista é imprescindível para o diagnóstico correto do tipo da pele e o tratamento adequado.

Diagnóstico fechado é hora de procurar produtos específicos que não intensifiquem o problema, de maquiagem a cremes, em especial os protetores solares. Como as peles oleosas têm necessidades específicas, as fórmulas precisam ser leves e possuir controle de oleosidade. Nelas, o mais indicado são os produtos oil-free, gel ou gel-creme, com FPS 30, no mínimo.

Se você está se identificando nessa matéria, veja mais algumas dicas. Na hora de escolher o protetor solar busque os que contenham termos como seco, efeito mate (isto é, sem brilho), "oil free", gel, gel-creme, controle de oleosidade, fluidez. Os produtos em spray que não contenham óleo também estão aprovados, já que por serem menos viscosos são mais facilmente absorvidos pela pele.


Outra sugestão é observar se na embalagem consta o termo sílicas poliméricas. Trata-se de uma tecnologia de combinação de sílicas bastante interessante, pois são seletivas, isto é, atuam somente onde a pele estiver mais oleosa, promovendo um efeito matificante sem ressecá-la ou desidratá-la.

Por Natália Farah

Comente