O que NÃO fazer para remover as manchas de pele

O barato pode sair caro! Veja abaixo dicas para não danificar a pele em busca de remover as manchas
remover manchas de pele

Exfoliar a pele demais pode causar ainda mais manchas. Foto: iStock_Hamburguesa con queso Photostock

Ocasionadas pela falta de cuidado com as axilas, superexposição aos raios solares e até exposição à agentes químicos, as manchas de pele causam grande incômodo, principalmente nas mulheres. Prova disso é que é bastante comum tentar remover as manchas de pele de qualquer jeito e acabar se frustrando.


Algumas alternativas de baixo custo podem agravar a situação da derme ou até mesmo causar mais manchas. Para ter uma pele lisinha e saudável é preciso de uma boa alimentação, hidratação adequada e cuidados com a derme. Veja a seguir o que NÃO fazer para tirar manchas de pele e cuide da sua saúde:

1) Esfoliar a pele demais

Não adianta encher a pele de produtos abrasivos e esfoliar as células diariamente. Isso só vai causar efeito rebote e deixar sua pele muito mais sensível à novas manchas. Ao invés de esfoliar todos os dias, que tal trocar a frequência para uma, no máximo três vezes por semana? 

2) Usar produtos demais e sem prescrição

Não adianta comprar uma série de cremes e esfoliantes e passar todos de uma vez. É preciso de indicação de um dermatologista pra não usar produtos com ingredientes que anulem a ação um do outro. No caso das manchas nas axilas a solução pode ser desodorantes com ação hidratante  e/ou ação clareadora. Simples e efetivo!

3) Passar limão na pele

Há quem diga que passar limão na pele tira manchas. Certamente quem falou isso não estava a par dos riscos de colocar a fruta diretamente sobre a pele. Sabe aquela mancha que surge depois da caipirinha? O limão é o maior culpado!

Identificando sua mancha de pele:

Os tipos mais comuns de manchas na pele são as sardas (pintas que aparecem geralmente no rosto e podem ser removidas com aplicação de laser ou peelings), a leucodermia solar (manchas brancas ao longo do muitos anos de contato com o sol, podendo ser amenizadas com tratamento dermatológico) e a fitofotodermatite (manchas marrons ou avermelhadas que surgem após o contato com ácidos seguido de exposição solar). Para saber qual o método mais eficaz para se livrar de cada uma delas consulte um médico dermatologista.

Por Thamirys Teixeira

Comente